Risoto de Abóbora com Frescal Desfiado – Juliana Furtado

Oba Gastronomia TV
27 de Fevereiro de 2014
Acessórios Específicos
2 de Março de 2014
Mostrar todos

Hoje no OBA uma super colaboração de minha amiga Juliana Furtado. A Juliana é Chef Proprietária do Átrio Bistrô, especializado em trutas e frescal, pratos muito consumidos nas serras geladas de Santa Catarina. Vale a pena ler e saber mais sobre o frescal, uma iguaria que não é comum de se ver por aí.

A primeira pergunta que surge ao ver o título desse prato é: mas o que é frescal? Vai queijo desfiado?

Bom, frescal é carne semi-curada, em processo herdado dos tropeiros que desbravaram o sul do Brasil.

É típico da Serra Catarinense, e apesar de haver se perdido por aqui, com certeza já fez parte do cardápio curitibano.

A carne recebe sal e fica pendurada em local fresco e escuro (tradicionalmente usava-se os beirais dos telhados, durante a noite). Nada de salmoura, nada de sol. A ideia é selar a carne para que o seu sumo não se perca. Um período de 24 horas geralmente basta.

Preparar frescal é uma arte. E o resultado é delicioso. Sem precisar dessalgar, pode ser consumido grelhado, assado, como churrasco ou desfiado…use como sua imaginação mandar.

Essa receita surgiu da mistura de culturas, da qual faço parte.

Uma amiga minha, também Chef, disse que sentia saudades do risoto de abóbora que comia quando morou da Itália. Tanto me falou nesse risoto que me instigou a preparar um. Arregacei as mangas e criei um risoto italo-catarina. E eu amo essa receita. Por isso, decidi que seria minha primeira no OBA.

Risoto de Abóbora com Frescal desfiado

por 28 de Fevereiro de 2014

Ingredientes

Modo de Preparo

Refogue o alho, junte o frescal desfiado e os demais temperos (cominho, louro e pimenta calabresa). Deixe refogar levemente. Reserve.

Prepare 1 litro de caldo fervendo 1 cebola picada, 4 dentes de alho picados, sal e pimenta a gosto. Coe o caldo. Mantenha quente, em fogo baixo.

Cozinhe a abóbora em água suficiente para cobrir, com o açúcar mascavo, até que fique macia. Bata no liquidificador, com a água, formando um purê leve.

Refogue o arroz no óleo de girassol, e em seguida junte o vinho. Deixe secar.

Vá juntando o caldo aos poucos. Na metade do caldo, ou quando o arroz estiver começando a amolecer, junte o purê de abóbora. Vá acrescentando caldo, até o arroz ficar ao dente. Ao final, corrija o sal, a pimenta e também o açúcar - esse risoto deve ficar adocicado. Junte a manteiga e a cebolinha, e misture.

Aqueça rapidamente o frescal refogado e sirva sobre o risoto.

Uma salada de rúcula e queijo grana, e um bom chardonnay completam o jantar.

Bom apetite!

Risoto de frescal e abóbora

PS: Quer preparar esse risoto incrível, mas sem frescal? Não tem problema, substitua por carne de sol, charque ou até por carne fresca... o que mais importa é caprichar no tempero. Sem esquecer do amor em cada passo da receita.

Print

Saiba mais sobre a Chef Juliana Furtado.

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *