Alcachofra recheada com Cogumelos

Home / Entradas / Alcachofra recheada com Cogumelos

Estamos em plena época de alcachofras, o que significa que encontramos estas flores (na realidade seus botões) deliciosas a preços tentadores, impossíveis de resistir. É hora de comer até se fartar, desde a maneira mais simples até as receitas mais rebuscadinhas, como esta que enfeita o OBA Gastronomia de hoje.

Alcachofra recheada com cogumelos 1

Alcachofra recheada é uma das melhores maneiras de preparar esta delícia. Funciona bem demais como uma entrada, abrindo um evento mais refinado. Recheada com cogumelos Shitake e depois indo ao forno para gratinar, esta receita fará sucesso em sua mesa.

Alcachofra recheada com Cogumelos

por 16 de outubro de 2014

  • Tempo de Preparo : 20 minutes
  • Tempo de Forno : 30 minutes
  • Porções : 2 pessoas

Ingredientes

Modo de Preparo

Retire as folhas externas mais duras das alcachofras. Corte as pontas das demais folhas deixando a 3 cm do caule. Com o auxílio de uma colher, retire os pelos de seu interior. Abra a alcachofra suavemente com as mãos, deixando o espaço para o recheio. Passe suco de limão em toda a flor.

Coloque em uma panela com o caule para cima. Cubra com água e leve para cozinhar por 30 minutos ou até estar macia quando espetada com um garfo. Retire da água e reserve.

Aqueça uma frigideira pequena e coloque a manteiga. Adicione o alho e refogue por 30 segundos, sem deixar queimar. Junte oc cogumelos e refogue por 4 minutos. Despeje o vinho e deixe até quase secar. Acrescente o creme de leite, tempere com o sal e a pimenta e cozinhe em fogo baixo até encorpar. Desligue e deixe esfriar.

Corte os talos das alcachofras e recheie com o refogado de cogumelos. Cubra com o queijo ralado e leve ao forno preaquecido até gratinar. Sirva imediatamente.

Alcachofra recheada com cogumelos

 

Print
[box type=info]Alcachofra é o botão de cor verde da planta da mesma família que o cardo. É encontrada principalmente entre os meses de agosto a dezembro. Deve-se dar preferência às que tenham pétalas firmes, sem manchas e bem agrupadas. É geralmente fervida em água e sal e servida quente, com molho de manteiga ou fria, com um molho de azeite e vinagre. As pontas das folhas mais macias são mergulhadas no molho para se comer. No interior do botão, encontramos um fundo fibroso, não comestível, que deve ser retirado com cuidado para não danificar o “coração da alcachofra”, a base polpuda e comestíve. Depois de fervidas, devem ser consumidas em 24 horas, pois há o risco de desenvolverem toxinas. (Pequeno Dicionário de Gastronomia – Maria Lucia Gomensoro)[/box]
Orlando Baumel
Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.