Conserva de Pimentas

A variedade de pimentas que o Brasil possui é de encher os olhos de qualquer apreciador das ardidinhas. De todas as cores e todos os níveis de ardência, encanta até quem não é dos mais chegados.

Pimentas

Eu sou fã de todas. Ardidas, menos ardidas, adocicadas, redondas, achatadas e de todas as formas imagináveis estão em minha lista de preferidas, sem nenhum preconceito. E convenhamos: tem coisa mais linda que uma conserva de pimenta feita em casa? Um belo pote de vidro em cima da mesa para ser provado e comentado por todos é um evento.

Sempre que posso, eu faço. Deixo curtir por uns dias e divido com quem sei que aprecia. Esta que preparei e divido com vocês ficou com um colorido especial. Usei cinco tipos de pimentas, desde menos ardidas até a malagueta, além dos indispensáveis alho e louro. Mais um bom azeite de oliva e é só ter a paciência de chegar ao ponto.

Conserva de Pimentas

por 17 de Janeiro de 2014

Ingredientes

Modo de Preparo

Aqueça o azeite de oliva sem deixar ferver. Coloque o alho esmagado e as folhas de louro. Deixe por 3 minutos, em fogo lento. Desligue e deixe esfriar.

Esterilize um vidro de conservas. Lave bem as pimentas, seque e tire os pedúnculos. Retire uma tampa da cabeça de alho. Alterne camadas das pimentas no vidro, colocando a cabeça de alho no meio e as folhas de louro no meio.

Cubra com o azeite, tampe bem e deixe em local fresco por um mínimo de 10 dias antes de usar. De vez em quando misture o conteúdo, virando e desvirando o pote.

Sirva com o que quiser.

Pimentas 1

Print
Orlando Baumel
Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.