Charutinhos de Folhas de Repolho

Hoje meu almoço foi um buffet de comida árabe, em um lugar que vou bastante aqui em Curitiba. Dentre as tantas delícias que esta culinária nos proporciona, o Charutinho de Repolho é sempre uma estrela. Eu sou fã, tanto os preparados com repolho como os feitos com folhas de parreira.

Existem controvérsias sobre a origem do Charuto de Repolho. O prato pode ter sido criado na Europa Oriental ou no Oriente Médio, mas chegou ao Brasil através da imigração árabe.

Em árabe, a palavra yabrak significa folha. Esse mesmo nome também é usado para se referir ao charuto feito de folhas de uva, normalmente recheado com arroz e carne.

Eles são muito consumidos em todo o mediterrâneo, da Grécia ao Egito, passando pela Turquia e Síria. Em cada uma dessas regiões, diferentes nomes são usados para o mesmo prato. Em árabe, geralmente são chamadas de maḥshī waraq ‘inab (folhas de uva recheadas).

Cada lugar tem uma maneira de temperar e preparar os charutos. Há quem cozinhe em caldo, no forno, com água salgada, com limão, com hortelã, com aparas de carne, uvas-passa, nozes, castanhas entre outros.

A verdade é que é uma preparação razoavelmente trabalhosa, mas não exige nenhum ingrediente fora do comum para nós e tampouco um domínio gastronômico. Esse é o tipo de prato que você pode comer quente ou frio e também se precisar requentar, acredite se quiser, ele fica ainda mais gostoso, o sabor fica bem mais apurado. (Fonte: Site do Restaurante Tenda Árabe)

Charutinhos de Folhas de Repolho

Tempo de Preparo 20 minutes
Cook Time 20 minutes
Tempo Total 40 minutes
Porções 4 pessoas

Ingredientes

  • 15 unidades Folhas de repolho

Para o recheio

  • 500 g Carne moída magra Patinho
  • 1 xícara Arroz cru
  • 1 unidade Tomate em cubinhos sem pele e sementes
  • 1 unidade Cebola picada
  • À gosto Pimenta síria
  • À gosto Sal

Caldo para o cozimento

  • 1 colher sopa Extrato de tomate
  • 2 xícaras Caldo de carne
  • 1 folha Louro
  • 1 unidade pequena Pimenta dedo-de-moça em cubinhos
  • 2 colheres sopa Cheiro verde picado
  • À gosto Sal

Instruções

  1. Aqueça água até a fervura em uma panela funda. Corte os talos e mergulhe as folhas na água. Deixe por 15 segundos, retire e deixe escorrer.

Prepare o recheio:

  1. Misture bem todos os ingredientes.

Monte os charutinhos:

  1. Pegue uma porção do recheio e coloque na extremidade de cada folha. Não exagere na porção para evitar que abra. Enrole e no meio dobre as laterais, como um embrulho. Finalize os charutinhos enrolando até o fim.

Cozinhe e sirva:

  1. Arrume os charutinhos em uma panela funda e cubra com os ingredientes do caldo. Cozinhe por 20 minutos ou até ficarem macios. Sirva com o caldo.
  2.  

Quibe Cru Fácil

Faz um bom tempo que publiquei aqui no OBA Gastronomia a receita de Quibe Cru que eu preparava em um restaurante aqui de Curitiba, o Armazém São Miguel. Este quibe fazia sucesso na casa. Seu preparo era um pouco diferente do que trago para vocês hoje, apesar dos mesmos ingredientes. A receita que ilustra o OBA de hoje é bem mais fácil de ser feita.

Quibe Cru Fácil

Tempo de Preparo 10 minutes
Tempo Total 10 minutes
Porções 4 pessoas

Ingredientes

  • 300 g bem limpa e moída duas vezes Carne moída (patinho)
  • 120 g Farinha de quibe fina
  • 20 ml Azeite de oliva extravirgem
  • 1 colher (sobremesa0 Pimenta síria
  • 1 colher sobremesa Sal
  • 1 pitada Pimenta-do-reino
  • 8 folhas picadas Hortelã fresca
  • 1 unidade em pétalas Cebola branca

Instruções

  1. Cubra a farinha de quibe com água gelada e deixe hidratar por 10 minutos. Use o suficiente de água somente para cobrir, sem precisar espremer para retirar o excesso.
  2. Misture todos os ingredientes em uma tigela aos poucos e com as mãos, até que tudo fique homogêneo. Prove o sal e sirva ainda gelado, regado com mais azeite de oliva e guarnecido de pétalas de cebola branca.

Batata Harra (com alho e coentro à moda libanesa)

Batatas são um  dos maiores coringas em uma cozinha. Quando estamos em dúvida em uma guarnição, sempre vem alguma receita com batatas para nos salvar. Dificilmente vai deixar de agradar alguém, mas como tudo, há exceções, e a receita de hoje é uma delas.

Esta receita de origem libanesa com batatas é capaz de fazer muita gente torcer o nariz. Coentro nunca foi uma unanimidade aqui no Brasil, principalmente mais para a região sul, acredito que por uma questão de costume. Quando você vai ler os demais ingredientes, verá que leva suco de limão também. Como pode uma batata frita servida com alho, coentro, suco de limão e de quebra, uma pitada de cominho ficar boa? Pois podem acreditar que é uma das mais deliciosas receitas com batatas que conheço. Ela acompanha muito bem frango e carnes assadas. Vale a pena seu preparo.

Batatas Harra

Ingredientes

  • em cubos - 4 unidades Batatas Asterix
  • Suco de 1 unidade Suco de limão
  • em lâminas finas - 4 dentes Alho
  • picado - 1/2 xícara Coentro
  • 1 pitada Cominho
  • Para fritar a batata em imersão Óleo de girassol
  • 2 colheres sopa Azeite de oliva
  • À gosto Sal

Instruções

  1. Aqueça uma panela funda e coloque o óleo. Frite a batata até que doure por igual. Retire e deixe escorrer em papel toalha.
  2. Em outra frigideira, aqueça e coloque o azeite de oliva. Ponha o alho e deixe que toste ligeiramente. Desligue e adicione o coentro, o suco de limão e o cominho. Junte as batatas, tempere com o sal e misture tudo muito bem. Sirva imediatamente.