A Zenaide, nossa diarista, é a responsável por quase todas as PANCs (Plantas Alimentícias (Não Convencionais) que tenho aqui em casa. É ela que traz as mudas, acha o melhor lugar e ainda me dá dicas diferentes de preparo. A última que a Zenaide trouxe foi uma mudinha de Taioba, que como podem ver, já está bem crescida, pronta para estrelar em alguma refeição por aqui.

A Taioba é uma herbácea tuberosa robusta, com 50 – 90 cm de altura, nativa em Minas Gerais. Até recentemente pensava-se que ela pertencia à espécie Xanthosoma sagittifolium (L.) Schott, originária da América Central, mas um estudo mais detalhado mostrou que se trata de uma nova espécie.

A Taioba é amplamente utilizada na alimentação no interior de alguns estados, especialmente em Minas Gerais e Rio de Janeiro. Tanto as folhas como os rizomas amiláceos são usados, porém estes bem cozidos, refogados ou fritos, puros ou em misturas devido ao oxalato de cálcio presente, que provoca coceiras.

Taioba pode ser usada em diversas preparações, como saladas, omeletes, bolinhos, farofas, etc., mas este é assunto para outro dia.

Fonte: Livro Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil

Valdely Ferreira Kinupp e Harri Lorenzi

Instituto Plantarum de Estudos da Flora

Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu