Imagine uma “batata voadora”, uma batata em que ao invés de serm subterrânea, é aérea. Assim é o Cará-Moela, uma trepadeira com as raízes aéreas que está na categoria das PANC (Plantas alimentícias não convencionais) Foram duas destas que ganhei de presente e que plantei aqui em casa, com a promessa de ser uma planta resistente e rápida.

Dioscorea bulbifera é uma espécie da família Dioscoreaceae cultivada pelos seus tubérculos (“batatas”) e bulbos axilares. Dependendo da região, esta espécie pode ser chamada de inhame ou cará; mais especificamente, de cará-do-ar ou inhame-do-ar, cará-moela, cará-voador, cará-de-árvore, cará-taramela, cará-de-rama, cará-aéreo, air potato ou potato yam

É uma espécie trepadeira, perene, tuberosa e pouco vigorosa com tubérculos subterrâneos maiores (bulbilhos) e aéreos menores em forma de moela inseridos nas axilas das folhas, nativa da África e Ásia Tropical. Folhas simples, de 8-15 cm de comprimento com a face superior brilhante e fortemente marcada pela nervação impressa que a deixa quase bulada, lembra a forma de um coração. Inflorescência axilares, com flores esbranquiçadas discretas.

É cultivada em muitos países tropicais, sendo o Brasil um deles. Seu cultivo é principalmente em escala domestica com tubérculos aéreos sendo destinados a consumo próprio ou comercialização em mercados locais, sendo considerada uma PANC.

Sua propagação é realizada apenas pelos tubérculos aéreos ou divisão dos subterrâneos.

Os tubérculos subterrâneos são processados e usados como alimento, sendo colhidas no final de cada ciclo, principalmente as batatas aéreas, que quando maduras caem e são colhidas no chão. Tem sabor agradável apos preparo; cozida, frita ou assada. Podem ser usados em purês, fritas, em ensopados, transformadas em farinha ou usado em pães e bolos. As inflorescências jovens podem ser consumidas cozidas como verdura, farofa, picles e decoração em pratos. (Wikipedia)

Cará-moela

Como o Cará-Moela não é tão simples de ser encontrado no comércio, ou pedirei mais para quem me presenteou ou terei de esperar os 40 dias que o pé começar a “colocar suas raízes para fora”. Assim que eu tiver na mão, as receitas estarão aqui no OBA Gastronomia.

Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Este post tem 6 comentários

    1. deixe eu plantar

  1. ganhei muitos nunca tinha visto entrei aqui para saber como usar

  2. Ganhei duas destas, ja com inicio do pezinho… foi so plantar… isso foi em meados de novembro! Hj se espalhou por bambus e varais. Tem muuuuuitos frutos, duas delas com uns 15cmx10cm… lindos, agora e esperar cair… e ver como consumir!

  3. Fiz na frigideira, quadradinhos bem pequenos, azeite, sal e pimenta do reino, ficou uma delícia, com aparência de bacon (não como carne)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu