Risoto de jambu, pupunha e carne-de-sol (para Marianna)

Carne-de-sol e Tucupi
22 de maio de 2009
Pepino com Kani
24 de maio de 2009
Mostrar todos

Risoto de jambu, pupunha e carne-de-sol!  (para Marianna Leporace)

dsc02303

Há tempos venho pensando em criar um prato para a Marianna, a menina que enfeita o OBA (seja com sua voz ou seja com seu sorriso maravilhoso).

Leporace, eu acho, deve ter algo italiano… então, pensando em toda a brasilidade desta grande cantora, eu preparei um risoto, onde todo o Brasil abraça a Itália exatamente por onde as coisas nos pegam: pelo estômago!

O Risoto é um prato típico italiano. Sempre feito por um método único e com variedades de arroz exclusivamente italianos. A técnica é imutável, porém permite fazer uma infinidade de receitas.

Para este risoto utilizei Tucupi como o caldo de cozimento. Tucupi gentilmente me cedido por Ana  Araujo, assim como o jambu. Dei uma incrementada neste tucupi, acrescentando um  mirepoix de cenoura, cebola, salsão, alho, grãos de pimenta, folhinha de louro e um amarrado de salsinha.

dsc02291

Esta mistura de sabores dará um sabor profundo ao risoto.. coisa de se alimentar pelo olfato!

RISOTO DE JAMBU, PUPUNHA E CARNE-DE-SOL

INGREDIENTES (6 pessoas)

500 g de arroz Arbóreo

400 g de carne-de-sol (devidamente dessalgada e cozida)

200 g de palmito pupunha em bastonetes

2 xícaras de jambu escaldados

100 g de manteiga

1 cebola picada

1 xícara de vinho branco seco

sal e pimenta-do-reino moída na hora

PREPARO

Aqueça uma panela funda e pesada. Derreta a manteiga e coloque a cebola; mexa por um minuto (Sofritto). Adicione o arroz e mexa bastante para recobrir todos os grãos.

Coloque o vinho e deixe evaporar (não totalmente). Adicione os ingredientes e vá colocando caldo aos poucos (menos o jambu). Deixe quase secar o líquido e coloque mais uma concha do caldo. Sempre que achar que não há mais líquido, acrescente mais uma concha, mexendo sem parar.

Após 15 minutos, adicione o jambu. Mexa sempre. O ponto certo é quando o arroz estiver macio, porém firme à mordida. Reduza aos poucos a quantidade de caldo, para que ele fique úmido quando estiver cozido.

O MANTECARE

O passo final é o Mantecare. Isto é feito depois que o risoto estiver pronto, mas ainda fumegante na panela. Acrescente 2 colheres de manteiga e cerca de 1/2 xícara de um bom parmezão ralado e misture vigorosamente. Isto dará ao seu arroz uma cremosidade e consistência de alto nível!

dsc02296

E o seu risoto está pronto! Uma mistura de sabores fantástica. Se encontrar, enfeite com pimenta biquinho (sem ardor).

dsc02306

Este prato foi minha homenagem à Marianna Leporace! Assim como o jambu (presente aqui e que anestesia nossa língua), a música da Marianna deixa a gente formigando de emoção. Para esta cantora que chegou onde (como músico) não tive paciência de esperar, todo o Obrigado do OBA!

Ahh, e se fizerem em casa, por favor.. façam escutando Marianna Leporace!!

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

3 Comentários

  1. QUE COISA LINDA!!!!!!!!!!
    Eu mereço tanto, amigo?
    Eu amo jambu e pupunha, como vc descobriu??
    Que bela homenagem!
    Preciso divulgar mais esse seu lindo trabalho e o carinho que vc tem pelo meu, me aguarde :-))
    Um beijão muito feliz com esse presente
    Marianna

  2. Ana Araújo e Silva disse:

    Que maravilha, Obaaaaaaaa!
    linda criação: RISOTO DE JAMBU, PUPUNHA E CARNE-DE-SOL
    Dá pra imaginar o sabor
    Não vejo a hora de provar
    A obra de arte
    Que é uma mistura de
    sabor, música, poesia e paixão.
    Parabéns para os artistas
    do Oba!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: