Pepino Azedo

Sopa Leão Veloso
11 de janeiro de 2009
Ovo escalfado (Poché)
13 de janeiro de 2009
Mostrar todos

Pepino Azedo na Folha de Parreira!

Os Judeus originários da Europa fazem o melhor Pepino azedo do mundo, e trouxeram para cá esta receita.

Em novembro começa a aparecer por pequenos estabelecimentos de Curitiba a faixa de Temos Pepino Azedo na Folha de Parreira! São pequenas vendas, mercadinhos e bares que aproveitam a época de uva para azedar  pepino juntamente com as folhas da parreira e aumentar um pouco o seu faturamento. Coisa engraçada é que a faixa ou placa seguem um padrão… são todas quase idênticas!

placa pepino azedo

Nos arredores de minha casa existem várias chácaras que se dedicam a pequenas produções. É o caso da propriedade de Dionísio Durigan e Família. São produtores de vinhos e sucos artesanais, várias hortaliças, feijão e, claro, de conservas. Entre elas o Pepino Azedo. Na frente da propriedade você encontra uma pequena banca onde são vendidos seus produtos.

venda de pepino azedo

É lá que compro Pepino na Folha de Parreira. A partir de novembro eles começam a fazer as conservas, depositando em vários tambores plásticos, onde o pepino fica até chegar ao ponto certo.

pepino-azedo-conserva

A venda é feita em sacolas de 1 Kg. É só chegar em casa e passar para um vidro.

pepino-azedo-conserva

No dia que estive lá tirando as fotos, eles estavam colocando a produção de Feijão para secar ao sol. Deixo também esta foto como uma homenagem a estas pessoas que tem um valor inestimável. Nossas mesas, em sua grande maioria, são abastecidas por eles!

secagem-feijão

Como fazer o Pepino Azedo

Caso opte por fazer em casa, aí vai a receita!

Pepino Azedo

por 12 de janeiro de 2009

Compre vidros grandes, de 5 Litros, com a tampa também de vidro.

Os pepinos devem ser bem frescos e quanto menores, melhor.

Modo de Preparo

Ferva água e deixe esfriar.

Forre o fundo e as paredes do vidro com as folhas de Parreira.

Neste tamanho de vidros, cabem normalmente duas camadas de Pepinos. Coloque-os em pé.

Ao completar a primeira camada, cubra-os com mais folhas de Parreira, dois galhos de Endro e 5 dentes de Alho.

Proceda da mesma forma na segunda.

Cubra com mais folhas, dois galhinhos de Endro e os dentes de Alho.

Para o Sal, uma boa medida é calcular uma colher de sopa rasa para cada Litro de água. Ponha a água (fervida e fria) até cobrir os Pepinos.

Eles devem ficar submersos (utilize um pires pequeno para forçá-los para baixo!).

Print

No verão estarão prontos entre 15 a 20 dias. Depois é só aproveitar esta delícia da culinária judaica.

Fim de tarde, cervejinha gelada e um Pepino na Folha de Parreira…. delícia!!

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

17 Comentários

  1. Cherry disse:

    Que matéria adorável chef!
    Eu ainda não conhecia os pepinos azedos, mas lembrei-me de uma fatídica conserva de rabanetes que certo dia tentei produzir e devido ao excessivo “azedume” em respeito aos demais habitantes da casa tive que jogar fora!…(ahahahah)….De certo não soube aplicar a técnica correta!
    Esquecendo a brincadeira matéria e fotos ficaram belíssimas, sem dúvida nenhuma reveladas pelo seu sensível olhar…
    Cherry

  2. José Carlos disse:

    Gostaria de saber a fermentação que há após alguns dias é normal e se for o que fazer para não vazar o líquido, pois fiz a conserva e em alguns dias começou a fermentar e vazar o líquido

    Grato

  3. Cintia disse:

    Parabéns pela matéria!
    Minha avó e minha mãe faziam muitos detes pepinos. E qdo me recordei busquei a receita na NET e me deparei com o Blog.
    Fiz no mesmo dia, entretanto nenhum pode ser comido! =( Todos estragaram em dois dias…
    Seria possível dizer-me em que local de Ctba posso encontrá-los. pois meu marido viaja TODA semana p/ la e concordou em me trazer a “valiosa encomenda”rssr

    Sou de Baln Camboriu, portanto, é pertinho…
    Fico no aguardo…
    Sucesso com o Blog =)

    • Antonio disse:

      Olá Cintia,

      li seu comentário sobre o pepino azedo, embora a data seja de 2009, acredito que vc ainda tenha interesse, e como agora está na época de fazer esta especialidade, gostaria de ajuda-lá, realmente não é dificil fazer, porém é preciso alguns cuidados para que não apodreçam, os pepinos devem ser de produçao orgânica caso não seja, eles irão apodrecer antes de azedar, pois o adubo químico ou defensivo agrícola deixam resíduos e isto impede a fermentação, ocasionando o apodrecimento, a agua de torneira (tratada) deverá ser fervida para elimnar o cloro ou utilizar agua mineral , tenho endereços em Curitiba de onde comprar pepino azedo, nesta época, estou com uma remessa azedando e posso ceder uma boa porção caso tenha interesse.

      Boa Noite.

      Antonio.

  4. Jose Augusto disse:

    gostaria de saber se dissolvo o sal na agua ainda quente e se não vai vinagre, pois a receita nao fala nada sobre vinagre?

    • Orlando Baumel disse:

      Nesta receita de pepino azedo, não vai vinagre. Pode dissolver o sal na água quente, sim. Procure usar água mineral e deixe esfriar totalmente antes de armazenar.

  5. Maravilhosas as fotos e sua matéria. Parabéns!
    Será que você poderia dizer o endereço para que também possamos degustar estas delícias?

    Abçs

  6. danielle disse:

    Excelente materia. Vc sabe a receita para nos ensinar? Obrigada
    Abçs

  7. arnaldo disse:

    onde comprar qual o endereço

    • Orlando Baumel disse:

      É perto do Parque Tingui, em Curitiba.
      O endereço é: Rua José Valle, 1200
      O tel. é: (41) 3297 4017
      Só não sei se vai encontrar agora. Normalmente,é vendido mais para o final do ano.

  8. Antonio disse:

    Realmente estes pepinos ficam muito saborosos, porém devem ser de plantio orgânico, pois do contrário não vão azedar e sim apodrecer devido a residuos de adubos químicos e agrotóxicos que impedem o processo, a não ser que seja colocado uma grande quantidade de sal, o que torna uma conserva de pepino, que não é a mesma coisa e nem saudável.

  9. renato disse:

    APRENDI A COMER PEPINO AZEDO COM A MINHA MÃE QUE É DO PARANÁ (QUE DELICIA). E FIQUEI MAIS FELIZ AINDA EM SABER QUE É UMA CULINARIA JUDAICA! JESUS DISSE QUE A SALVAÇÃO VEM ATRAVES DOS JUDEUS EM JOÃO 4.22 E É BOM SABER QUE O PEPINO AZEDO TAMBEM.PARABENS PELA MATERIA!!!

  10. DÉLCIO disse:

    Cintia,

    Seus pepinos estragaram em dois dias porque provavelmente você não utilizou água sem cloro.

    O correto é agua mineral ou sem a presença de cloro.

  11. Lúcio disse:

    Gostei da receita. Era a que minha mãe seguia e eu não me lembrava. Lembrei agora. Creio que deixar o preparado em local fresco e ao abrigo da luz seja bem razoável. Quanto à água ter cloro, água de torneira, não vejo problemas pois a fervura deve eliminar boa parte do cloro que é volátil.
    Vou fazer uma nova experiência com a sua receita. Já fiz e deu certo.
    Saudações.
    PS. o sal fica ao gosto do freguês, principalmente se não for cardíaco.

  12. Marcos Thomazotti disse:

    Parabens pela materia.

    Morei muito tempo ai perto e sei da del´´icia que são esses pepinos.
    Vim morar numa pequena comunidade que se chama Vila Marqueto, fica atras da Volvo no CIC, aqui ´e muito parecido com a Sta Felicidade antiga. Um pequeno paraiso. A Tradição alem dos pepinos ´´e a cueca virada (grustole), com cha , não tem igual.
    Abç.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: