Um dos pratos mais tradicionais da culinária francesa é a estrela no OBA Gastronomia de hoje, o Boeuf Bourguignon. Seu preparo,. apesar de toda a pompa, não é dos mais complicados. Como qualquer receita você terá de caprichar nos ingredientes, principalmente na carne e no vinho. A carne que uso é o cupim, sugestão que ouvi do Claude Troigros, que um dia disse que a melhor carne para o Bourguignon aqui no Brasil é o cupim. O vinho não precisa ser francês, normalmente mais caros, mas opte por uma uva da região da Borgonha, como a Pinot Noir. No mais, é paciência com o tempo de cozimento. A espera compensa. É um prato para uma ocasião especial.

Bœuf Bourguignon, ou Boeuf à la Bourguignonne, era anteriormente chamado de “Éstouffade de bœuf. Porque, é um tipo de ensopado à base de carne e vinho. Esta cozinha vem diretamente da Borgonha, uma região da França famosa por seus vinhos e criação do gado Charolais. Só muito mais tarde foi decidido chamá-lo de “bœuf bourguignon” para mostrar internacionalmente as riquezas de seu lugar de origem.

Depois essa receita começou a ser exportada para todo o mundo. A história nos mostra que essa receita já foi um prato popular para os camponeses durante as festas. Esses camponeses provaram muitas coisas como acompanhamento, mas o que se tornou tradição nesse período foram as torradas com alho. Depois se tornou um prato de domingo por excelência. E cada família tinha sua própria maneira de cozinhar o Bourguignon passando a ser servido com batatas, massas, purê e etc.

A receita tradicional deste ensopado também inclui cogumelos e bacon. Além de alho, cebola e o bouquet garni, também chamado de ramo de ervas aromáticas. (Fonte: Site Empratado)

Você vai precisar de:

2 Kg de cupim em cubos de 5 cm

150 g de bacon em cubos pequenos

2 cenouras em rodelas

1 cebola grande picada grosseiramente

600 g de cogumelo Paris cortados ao meio

16 unidades de cebolas Pérola

1 garrafa (750 ml) de vinho tinto Pinot Noir

2 raminhos de alecrim

1 folha de louro

3 raminhos de tomilho

1 folha de alho-poró

2 colheres (sopa) de farinha de trigo

2 colheres (sopa)  de manteiga

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

3 dentes de alho picados

Sal e pimenta-do-reino moída na hora

  • Comece temperando a carne com o sal e a pimenta.

  • Abra a folha de alho-poró e coloque a folha de louro e os raminhos de tomilho e alecrim para fazer o Bouquet Garni.

  • Aqueça uma panela pesada e funda, de preferência de ferro, e coloque o azeite. Doure bem a carne de todos os lados e retire. Prepare em partes.

  • Coloque os cubinhos de bacon e deixe dourar bem.

  • Ponha a manteiga e junte a cebola, o alho e a cenoura. Adicione a farinha e uma boa pitada de sal e mexa tudo muito bem, raspando o fundo da panela.

  • Despeje o vinho e deixe que ferva, mexendo ocasionalmente.

  • Volte a carne para a panela e coloque o Bouquet Garni. Diminua o fogo para baixo, tampe a panela e deixe cozinhar por aproximadamente 3 horas, até que a carne esteja bem macia. Caso seja preciso, complete o nível do molho com água fervente.

  • Quando a carne estiver macia, salteie as cebolas Pérola na manteiga em uma frigideira até que tomem cor.

  • Na mesma frigideira, coloque mais um pouco de manteiga e salteie os cogumelos, sem deixar que cozinhem por completo.

  • Junte as cebolas Pérola e os cogumelos ao ensopado e deixe cozinhar por mais 20 minutos. Seu Boeuf Bourguignon está pronto. Sirva com purê de batatas e espere os abraços. Esta receita serve 8 pessoas.

Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu