Tenho um vizinho japonês que volta e meia me presenteia com ingredientes não tão convencionais. Nesta semana ele me deu uma caixa com várias coisas dentro, entre elas um pacote de flores de hibisco. Depois de pesquisar um tanto, optei por preparar uma geleia, aliás uma delícia de geleia.

O hibisco é mundialmente cultivado, quer para fins ornamentais, quer para produção de frutos, cujos cálices carnosos imaturos são consumidos, principalmente na forma de sucos, geleias e refrescos. Na região norte do Brasil é mais conhecido por ‘vinagreira’ e corriqueiramente vendido em feiras. Os cálices secos são mundialmente comercializados para dar cor e sabor a diversos chás, sendo no Brasil chamado de ‘chá silvestre’. Também tem grande potencial para o preparo de sorbet e sorvetes em geral. As sementes maduras podem ser torradas e moídas para farinha usada no preparo de sopas e para fazer pães. (Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no brasil – Valdely Ferreira Kinupp e Harri Lorenzi – Instituto Plantarum de Estudos da Flora LTDA)

Para preparar a geleia, você terá de retirar as pétalas dos cálices. A cápsula em seu interior contém as sementes, que podem ser deixadas secar para depois produzir mudinhas, caso você queira ter alguns pés de hibisco em casa.

Lave bem as pétalas e coloque-as em um copo alto. Coloque as pétalas em um liquidificador e a metade desta medida em água (por ex.: para 5 copos de hibisco, 2 e meio de água). Processe bem e leve para uma panela funda. Junte a mesma quantidade que usou para a água de açúcar cristal. Cozinhe em fogo médio por volta de 1 hora, mexendo constantemente, até atingir a consistência de geleia. Transfira para um pote de vidro esterilizado, espere esfriar e mantenha em geladeira.

Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu