Aprenda a fazer o churrasco perfeito em oito passos

Lasanha de Tomate e Abobrinha
7 de junho de 2016
Milho Verde Assado na Brasa com a palha
10 de junho de 2016
Mostrar todos

Bife de Chorizo Wagiu Da Fazenda Açougue Gourmet

Lucas Ribas, sócio-fundador do Da Fazenda Açougue Gourmet, dá dicas essenciais para não fazer feio na hora de preparar aquela carne.

Bife de Chorizo Wagiu Da Fazenda Açougue Gourmet

Bife de Chorizo Wagiu Da Fazenda Açougue Gourmet

No Brasil, fazer um churrasco virou sinônimo de comemoração independente da classe social, cultura ou idade. É um momento especial de reunir os amigos e familiares e preparar as mais diversas variedades de carnes e acompanhamentos indispensáveis para este momento especial.

Nascido em uma família de pecuaristas, o expert em carnes e jovem empreendedor, Lucas Ribas, fundador da primeira rede de franquias de açougue gourmet do país, dá oito dicas fundamentais para impressionar seus convidados no comando da churrasqueira.

Dica 1 – Calcular a quantidade de carne com base no número de convidados. Para isso deve-se contar, em média, 500g por pessoa;

Dica 2 – É importante diversificar as carnes entre bovina, suína e frango, e não esquecer os complementos como saladas, queijos e pães de alho. Ao comprar as carnes é essencial prestar atenção ao marmoreio, que é a gordura entremeada no meio das fibras da carne. Quanto mais marmoreio a peça tiver, mais macia e suculenta a carne tende a ser. Dê preferência para um açougue de confiança;

Dica 3 – A carne nunca deve ir para a grelha gelada, o ideal é retirar da geladeira pelo menos 30 minutos antes do preparo, desta forma, a carne estará em temperatura ambiente e será mais fácil atingir o ponto correto. Após a retirada do fogo, a carne deve aguardar de 2 a 3 minutos, antes de ser cortada, desta forma, os sucos não sairão com tanta facilidade e a carne servida será mais suculenta.

Dica 4 – O ideal é temperar as carnes apenas com sal grosso ou sal entrefino de parilla, mas não exagere! Usado de forma correta, o produto ajuda a selar a carne enquanto derrete sobre o fogo, evitando que ela perca muito suco e resseque por dentro. Outra vantagem do sal de parilla é que a carne não precisa ser “batida” e portanto, há economia e ganho de suculência;

Dica 5 – Porções de carne se grelham, peças inteiras se assam. Para assar, utiliza-se uma distância entre o “brazido” e a carne entre 40 a 60 cm. Já para grelhar entre 15 e 20 cm. Uma dica fácil de descobrir se a distância está correta é colocando a mão na altura que a carne será assada, se for suportável por 5 segundos, a temperatura esta adequada, do contrário vale deixar a grelha mais alta ou diminuir o fogo;

Dica 6 – Uma das principais dúvidas é em que momento virar a carne. Muitas vezes o churrasqueiro fura a peça para verificar seu cozimento, o que não é indicado. O aconselhável é virar a carne utilizando uma pinça e apenas uma vez quando o sangue começar a aparecer na parte superior ou quando a parte de baixo estiver completamente selada;

Dica 7 – Existe um ditado no mundo das carnes que diz: “Não existe carne de 2ª, existe boi de 2ª”. Em um boi de qualidade superior pode-se aproveitar diversos cortes que num boi comum seriam descartados. Como o denver steak (miolo do acém), o shoulder steak (paleta) e o assado de tira (costela). E também os tradicionais, maminha, picanha, e os diversos cortes do contra-filé. Todos esses cortes são indicados para churrasco.

Dica 8 – É comum ao final do churrasco o pessoal esquecer que a churrasqueira não é lixo. Jogar bitucas de cigarros, palitos de dente, restos de comida está proibido!

Picanha Da Fazenda Açougue Gourmet

Picanha Da Fazenda Açougue Gourmet

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.