Crepioca de Pirarucu inova sabores na Gastronomia Amazônica

Point da Tapioca aposta no gosto original do considerado “Bacalhau Brasileiro” regada ao creme de coco e castanhas do Pará.

O Peixe Pirarucu, conhecido popularmente como arapaima ou peixe pirosca, é o maior peixe de escamas de água doce do Brasil e um dos maiores do mundo. Seu nome vem do tupi, e significa peixe vermelho, devido a cor da cauda. Nativo da Bacia Amazônica vive em lagos e rios afluentes, de águas claras, rasas e sem fortes correntezas.

Sua coloração é marrom-esverdeada, escura no dorso a avermelhada nos flancos, sendo a intensidade variável de acordo com o tamanho do individuo e com o tipo de água em que vive. Possui corpo em forma cilíndrica, cabeça achatada e mandíbulas salientes. Seus olhos são amarelados e de pupila azulada, um tanto salientes.

É  uma  espécie  que  tem  respiração  acessória, utilizando-se do oxigênio dissolvido na água, mas principalmente do ar e, por isso, tem que subir frequentemente à superfície d’água. Pode viver mais de 18 anos. Devido à sua excelente carne, é considerado “o Bacalhau Brasileiro”. Pode atingir comprimento máximo de 2,10 m e 112 Kg de peso.

O peixe tem grande potencial gastronômico, e pode ser saboreado fresco, mas também defumado, curado ou como ceviche. Pensando em todos esses aspectos, a chef do Point da Tapioca, Joseclea Pereira, ousou na harmonização, e elaborou a receita Crepioca do Point, que inclusive faz parte da temporada do Circuito Gastronômico Ingredientes da Amazônia. A programação vai até o dia 7 de julho. Iniciativa promovida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Ingredientes da Amazônia e Associação Brasileira de bares e Restaurantes (Abrasel).

Em terras que não se encontra o pescado pode utilizar outros peixes de rio. As castanhas do Pará e demais ingredientes são fáceis de achar. Mas também podem ser substituídas por outras mais acessíveis ou de preferência.

Foto: Luana Valente

Receita – Crepioca do Point

Ingredientes:

Massa 

* 2 ovos (quebrar separados)

* 2 colheres rasas de goma fresca

* 1 pitada de sal

Ingredientes:

Recheio – Peixe

*70 gramas de peixe Pirarucu fresco

*1 Dente de alho

*1 Colher de salsa picada

*½ Cebola Picada

*2 Colheres de sopa de azeite português

*150 g de castanha do Pará ralada

Recheio – Creme de coco

*6 Colheres de sopa de coco ralado fresco

*40 ml de água quente

*Colher de chá de amido de milho

*Sal a gosto

* Realçador de Sabor (glutamato monossódico)

Modo de preparo:

Massa

Em uma tigela coloque os ovos o sal a goma e bata com um garfo até obter uma massa homogenia. Derrame de uma só vez na frigideira de teflon de 20 centímetros de diâmetro, já aquecida a 1500 por dois minutos, e vire para o outro lado por mais dois minutos.

Está pronta a crepioca!

Recheio – Peixe

Em uma panela coloque o azeite português, o alho, a cebola, a salsa e o alho, e doure os ingredientes em fogo aquecido em 1500. Cozinhe o peixe por 20 minutos. Deixe esfriar. Desfie o peixe. Reserve.

Creme de Coco

Em uma panela coloque a água para ferver por 10 minutos em fogo médio, e após a fervura, dissolva o amido de milho com água e acrescentar o coco ralado de uma só vez. Mecha até virar um creme brilhante e reserve.

 Montagem – Apresentação

Coloque a crepioca aberta em um prato, adicione o peixe pirarucu desfiado. Em seguida, regue com creme de coco, salpique castanhas do Pará raladas, e enrole a massa. Enfeite creme de coco, castanhas do Pará raladas.

 Dica do chef: Separe umas folhas de manjericão frescas para ornamentar o prato. Deguste o menu com as folhas de manjericão.

Foto: Luana Valente

Point da Tapioca

Endereço: Av. Alcindo Cacela, 1048 – Umarizal       Belém- PA

Contato: (91) 3347-4305 / 98232-3770 / 98709-3911

Facebook: @pointdatapioca

Instagram: @pointdatapiocapa