La Polenta Brustola.

Polenta brustolada é uma das formas mais usuais de preparo aqui no sul do Brasil.

Trazida pelos imigrantes italianos, a polenta logo se tornou um dos pratos mais populares nos estados do sul. Presença constante nas mesas de domingo, a polenta normalmente é consumida em forma de angu, em sua forma  mais conhecida.

Esta maneira de preparo, brustolada, além de ser deliciosa, é uma ótima maneira de aproveitar sobras de sua polenta mole. Assada sobre uma chapa de ferro, servia e serve até hoje como café da manhã dos descendentes de italianos aqui estabelecidos. Normalmente, era assada diretamente na chapa do fogão à lenha e comido ali mesmo. Hoje, em dias mais corridos, podemos usar uma frigideira antiaderente.

O preparo é de uma simplicidade quase mágica. Depois de ter feito a polenta, espalhe sobre uma forma com uma espessura de 2 cm e alise com uma espátula (os antigos italianos espalhavam sobre uma pedra de mármore). Espere esfriar bem e corte em retângulos de 3 por 7 cm (a maneira tradicional de cortar a polenta é com um fio). Aqueça uma frigideira antiaderente e coloque para grelhar, virando uma vez, até dourar.

Depois de pronta, a polenta brustolada pode ser servida pura ou com um “recheio” de sua preferência. Você pode polvilhar somente com queijo, usar um pouco de molho de tomate e uns raminhos de orégano fresco, e levar para gratinar.

Gratinada, simplesmente com queijo ou com molho de tomate e orégano

Outras  maneira que sugiro é com legumes grelhados (no caso, abóbrinha e berinjela), intercalados com molho de tomate, polvilhado com Parmesão e levada ao forno para gratinar.

Outra receita que fica deliciosa e merece experimentar, é servir polenta brustolada com linguiça calabresa frita e escarola refogada levemente em azeite de oliva e alho.

Legumes grelhados ou calabresa e escarola: duas grandes pedidas

Polenta brustolada é deliciosa de qualquer forma. Uma  Entrada perfeita e vistosa. Dê asas à sua imaginação e crie coberturas para as suas, tal qual minha amiga e Chef Claudia preparou, com Funghi e Alho Negro.

Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Este post tem 9 comentários

  1. Gina

    Aceito uma de cada, faz favor!
    Um abraço.

  2. Maria Margareth de Oliveira

    Tudo maravilhoso!!

  3. Angela Albino

    Ótimas ideias!!!!!

  4. Luiz Carlos de Castro

    Memória de infância , polenta no fogão á lenha,esfriado na chapa fria de mármore , cortada com fio de nylon. Pedaços tostado na chapa quente. Exatamente assim, sou do Sul, tradição e boas lembranças que ficam.
    Belo post.

Deixe uma resposta