Stroganov

Bolo de Chocolate
2 de dezembro de 2009
Feira de Natal
4 de dezembro de 2009

Stroganov de Mignon

 

Stroganov (sim,é este o nome) no Oba.

Um dos pratos mais conhecidos internacionalmente, o Stroganov é o que chamamos por aqui de Strogonoff. Não sei como isto aconteceu, mas acho que foi algo como a Vina Wusrst, chamada assim em minha cidade (Curitiba) e salsicha no resto do país. Os alemães que chegaram aqui chamavam de Viena Wurst (salsicha de Viena). Com o passar do tempo, e quem sabe uma dose de nacionalismo e preguiça, Viena virou Vina. E assim ficou…

Stroganov é um prato de origem russa. Teve sua origem na ração que os soldados russos comiam no século XVI. Pedaços de carne eram colocados em barris e cobertos com uma mistura de sal e aguardente, para preservar. Na hora de servir, era frita em gordura animal e acompanhada de cebolas e creme azedo.

Um cozinheiro do Czar Pedro, o Grande, que era protegido do General Stroganov, melhorou e refinou a mistura, dando-lhe também o nome pelo qual  até hoje é conhecido.

No fim do século XIX, o cozinheiro francês Thierry Costet incorporou à receita requintes europeus: cogumelos, mostarda e páprica. E assim, nosso Strogonoff de tantas festas seguiu seu rumo. Se alguém que nunca tenha ido em pelo menos três festas que ele não estivesse presente, por favor, me conte.

 

INGREDIENTES    (4 pessoas)

600 g de mignon cortado em tiras de 5 x 1 cm  (pode-se usar contrafilé)

3 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem

30 g de manteiga sem sal

2 dentes de alho com a casca, batidos com a lateral de uma faca

1 raminho de alecrim

1 cebola média picada

1 colher (sopa) de páprica picante

Gotas de molho inglês à gosto

1 colher (sopa) de Mostarda de Dijon

100 g de cogumelo Paris, sem o talo e cortado em lâminas

25 ml de vinagre de vinho branco

50 ml de conhaque de boa qualidade

150 ml de caldo de galinha caseiro

100 ml de creme de leite ácido  (pingue algumas gotas de limão em creme de leite fresco e deixe descansar por 2 horas, no mínimo)

PREPARO

Aqueça uma frigideira em fogo alto. Coloque o azeite, o alho e o raminho de alecrim. Adicione a carne e frite em porções, mexendo sempre, até tomar cor. Retire da frigideira, descarte o alho e o alecrim  e reserve.

Derreta a manteiga na mesma frigideira. Adicione a cebola e deixe cozinhar por um tempo, sem pegar cor. Coloque a páprica e deixe por alguns segundos. Junte os cogumelos e deixe cozinhar até perder a umidade.

Ponha o vinagre e deixe por 1 minuto. Adicione o conhaque e deixe o líquido reduzir pela metade. Acrescente o caldo de galinha e reduza de novo pela metade. Coloque o molho inglês e a mostarda. Tempere com  sal à gosto.

Por fim, junte o creme de leite e a carne. Aqueça e sirva acompanhado de arroz e batata palha.

 

Fica a dica do Oba. E podem continuar chamando de Strogonoff, já que estamos no Brasil. Stroganov vale como curiosidade.

Orlando Baumel
Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

5 Comentários

  1. Maria Alice Maciel disse:

    Geeeennnnntttteee, é o meu preferido, pode ser ganov ou gonoff, tanto faz, o negócio é que é de um sabor indescritível. Posso falar porque comi aquele ali da foto. HUUUMMM!!!

  2. Carol disse:

    Lá vai a Alice fazer vontade…
    Ainda mais que quando a vontade é absurda só me sobra aquele do Giraffas, que é servido num prato igual ao da foto… mas é infinitamente pior que esse da foto…
    Um dia experimentarei!
    Mas tá de “lamber o monitor”!

  3. M. Alice disse:

    Ontem comi novamente e queria comer mais hoje, pena que acabou….

  4. Gogó Guarinello disse:

    QUE ESPETÁCULO DE ESTROGONOFEEEEEEEEEE !!!!!!!
    Estava maravilhoso e o molho de manga para salada foi TUDOOOOOO DI BOMM!!!
    Bj
    Gogó

  5. Elir (Eliane) disse:

    Olha, concordo com a minha querida amiga MÉRE, esse ESTROGONOFE(sotaque curitibano!) é DEMAAAAAIS de bom, até levei um potinho prá casa e fui comendo com dó de acabar, kkkkkk. Vou experimentar fazer aqui em casa, hein Orlando? Srá que vai ficar igual, ou vc escondeu algum segredinho…

    Bjus Elir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *