Welsh Rarebit com Aspargos e Cogumelos!

dsc03435

O Oba traz hoje uma receita antiga, originária do País de Gales: Welsh Rarebit! Com uma bela incrementada.

Welsh Raebit já era encontrado no século XVIII. Existe uma pequena confusão em torno de seu nome. Em um de seus livros, Brillat-Savarin a chamou erroneamente de Welsh Rabbit. Nos livros mais antigos de receitas, normalmente recebe este nome, mas o aceito atualmente é Welsh Rarebit.

Trata-se de uma mistura de queijos e manteiga acrescidos de mostarda e ovo batido. É servido sempre em cima de um pão torrado, o qual retorna ao forno para gratinar.

Nesta versão que apresento, incluí aspargos branqueados e cogumelos levemente grelhados. Além de uma pequena fatia de pancetta frita. A simples inclusão destes ingredientes transforma o já delicioso Welsh Rarebit em uma entrada sofisticada. Ou mesmo uma ótima opção para brunchs ou outros lanches.

dsc03442

INGREDIENTES            (16 unidades)

60 g de queijo Gruyere ralado

60 g de queijo Cheddar ralado

1 colher de chá de mostarda de Dijon

1 pimenta de pimenta-de-caiena

1 ovo batido

1 colher (sopa) de cerveja

8 talos de aspargo

5 cogumelos Paris médios fatiados em lâminas

Tirinhas de pancetta

30 g de manteiga sem sal e à temperatura ambiente

Salsa fresca picada

PREPARO

Coloque água com sal para ferver. Dobre os talos de aspargos e deixe quebrar espontâneamente. Descarte a parte de baixo e mergulhe-os na água fervente. Deixe por 3 minutos. Retire, resfrie, corte pelo meio no sentido do comprimento e reserve.

Em uma frigideira, aqueça 15 g de manteiga e coloque as lâminas de cogumelos. Deixe grelhar um pouco, tempere com sal e pimenta. Retire e reserve. Na mesma frigideira, grelhe as tirinhas de pancetta.

Junte os queijos, a pimenta-de-caiena e a mostarda. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Misture com o ovo e a cerveja e reserve.

Retire as cascas das fatias de pão. Toste dos dois lados. Retire e passe a manteiga restante em um dos lados de todas as fatias. Por cima coloque uma generosa porção da mistura de queijos (generosa mesmo), que cubra toda a fatia.

Leve ao grill préviamente aquecido e deixe até borbulhar. Retire, corte as fatias em triângulos e polvilhe a salsa picada. Arrume os aspargos, os cogumelos e as tiras de pancetta. Sirva imediatamente.

dsc03440

Welsh  Rarebit ou Welsh Rabbit. Pouco importa…o que importa é que é uma delícia. Requintado, perfeito como entrada ou como lanche.

Fica a sugestão do Oba!

Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Este post tem 4 comentários

  1. Eu nunca imaginei que o nome “Welsh Rabbit” tivesse surgido de um erro. Na verdade como sempre vi o prato estampando lindas páginas de revistas e livros (geralmente estrangeiros) onde brunchs erão apresentados como sugestão para as manhãs de Páscoa, acho que acabei ligando os fatos. Bem, pelo que eu acabei de dizer, dá para imaginar ao que é que o associei né….
    As fotos ficaram belíssimas!
    beijo!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu