Frutas na grelha

Dia do Profissional Nutricionista
31 de agosto de 2012
Design sofisticado para a Cozinha
2 de setembro de 2012
Mostrar todos

Um churrasco é sempre uma grande confraternização ao redor de uma grelha em cima de brasas (vamos esquecer aquelas churrasqueiras elétricas e a gás), com montanhas de carne crua em cima, esperando a hora de serem saboreadas. A forma mais rudimentar de cozinhar alimentos foi no fogo, em torno de fogueiras, com algum animal assando lentamente sobre os olhares ávidos de comensais barbudos.

Quem saberia dizer quanto tempo passou até que alguém afirmasse com certeza qual era o ponto da carne; quanto tempo para alguém descobrir que virando o animal, este assaria por igual? Isto sem comentar a altura do espeto, se é que este fazia parte do ritual?

Se voltarmos mais atrás, com certeza descobriremos que antes do homem dominar o fogo, as frutas eram seu alimento principal. Eu imagino que o banquete dos ancentrais do atual frequentador assíduo de uma boa churrascaria era de dar inveja a muitos vegetarianos que conheço. Frutas em profusão, cores e apresentações. Os animais apenas eram vistos como um tipo de teste: se o mamute comeu e não morreu, posso fazer o mesmo.

Milhares de anos depois, estamos resgatando toda esta história, de uma forma ou de outra. Continuamos assando animais em brasas e devorando frutas. O que mudou foi que em algum dia, alguém deve ter deixado cair uma fruta qualquer nas brasas e mesmo assim resolveu experimentar. Pronto, foi o que bastou para uma nova onda gastronômica começar. Frutas na brasa passou a fazer parte do cotidiano do moderno homem das cavernas e chegou até os dias de hoje.

Como cada região deste pequeno planeta tem suas frutas típicas, bananas, mangas, abóboras, abacates, abacaxis (este, em suas diferentes versões), cocos e tudo o que a natureza oferecia de mão beijada, passou a ir para o fogo. Era o Confort Food de nossos ancestrais, o contraponto ao sabor intenso das carnes da época, que sabe-se lá como eram devoradas.

Como tudo evolui, com a descoberta do açúcar e o acesso à canela (caminhozinho difícil até a Índia), as frutas passaram a ter status de guarnições e passaram a figurar nas confraternizações ao redor do fogo. O resto é história.

Hoje, aqui por estas bandas tropicais, abacaxis e bananas fazem a festa de todos depois de qualquer festim carnívoro. Polvilhadas com açúcar cristal e canela, assadas inteiras, com casca ou não,  encerram com chave de ouro qualquer churrasco que se preze.

É uma espécie de penitência, uma sensação de estar comendo algo saudável depois do excesso cometido em pouco espaço de tempo. Uma deliciosa alegria, que redime qualquer pessoa de qualquer gula impensada. A deliciosa sensação de estar sendo light.

Afinal, fruta é saudável e ponto final.

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

1 Comentário

  1. Paula Alvarez disse:

    Ah, sempre temos abacaxis e bananas na churrasqueira depois de um churrasco!!!!
    Algo leve, saudável, e delicioso!!!

    =)

    Beijãozão-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.