Sanduíche de Parma, Cottage e Cogumelos

Eisbein
8 de março de 2010
Pierogi
10 de março de 2010
Mostrar todos

Pão Incrementado.

DSC05271

Um sanduíche é sempre bem vindo.

Sou fã inveterado de sanduíches. Rápidos e versáteis, eles são sempre uma salvação em qualquer situação. Seja naquela fome fora de hora, seja naquela visita inesperada…

E com criatividade e ingredientes bons, você transforma seu sanduíche em algo bem especial.

Queijo Cottage é um tipo de queijo inglês, fresco e com uma textura extremamente macia. É  preparado com leite desnatado e pasteurizado.

Possui um sabor levemente ácido e com baixo teor de gordura.

O Presunto de Parma (Prosciutto di Parma) é o mais tradicional presunto italiano. Originário da cidade de Parma, faz dobradinha com o queijo Parmiggiano, em sabor e fama.

Os porcos são alimentados com uma dieta especial, à base de castanhas e soro de leite, o que confere à carne o excepcional sabor que tem. A carne é temperada, curada com sal e seca ao sol.

O melhor Prosciutto vem de uma pequena vila ao sul de Parma, chamada Langhirano.

Com estes dois ingredientes, mais cogumelos Porto Belo frescos, fiz este sanduíche. Simples e rápido, com sabores extraordinários. Usei pão Ciabatta, levemente tostado em panela de ferro, com manteiga.

Também grelhei os cogumelos, em fatias, com um pouco de manteiga e um toque de vinho branco seco.

Depois, é só montar…servir com uma salada de folhas e tomate e com catchup e mostarda. Assim, sem quantidades. Isto dependerá do tamanho da sua fome ou de seus convidados. Se forem muitos, uma boa idéia é servir em baguete, cortada em fatias.

DSC05276

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

8 Comentários

  1. Carol disse:

    Orlando!!!
    Que escandalo! Assim você sabota qualquer dieta!
    E com que prazer eu comeria esse sanduba, com queijo e tudo!
    A foto está maravilhosa, parabéns!

  2. Marly disse:

    Orlando,

    Esse sanduiche está com um ar super/mega apetitoso!

    Beijão e bom dia

  3. Orlando, me perdoe, mas estar passando na Internet uma informação totalmente descabida é inadmissível. Realmente suas recentes são ótimas, muito contrárias do seu conhecimento sobre a origem do presunto de parma. Abraços

    • Orlando Baumel disse:

      Não consigo enxergar onde está a informação passada errada. A fonte de pesquisa que utilizei foi o Pequeno Dicionário de Gastronomia, de Maria Lucia Gomensoro. Posso garantir que é um excelente livro e todas as informações nele contidas são fidedignas. Estou aguardando a resposta ao email que lhe enviei, para apresentar o erro que diz ter visto.

  4. Caro Orlando,

    Desculpe-me pelo comentário, ele não teve a menor intenção de menosprezá-lo, mas acho que a sua fonte de pesquisa, no caso, o Pequeno Dicionário da Gastronomia, de autoria de Maria Lucia Gomensoro, deva estar muito enganada se comete o absurdo de dizer que a cura do presunto de parma é feita ao sol e que os porcos são alimentados com o soro do leite.
    A linguiça de Morteau, sim, feita na França, tem como diferencial a alimentação dos suínos, com soro do leite que lhes dá não só o sabor, textura e coloração diferenciada, mas voltando aos presuntos crús, não só o de parma, ai vai uma boa dica: visite o site

    http://comida.ig.com.br/todos+os+passos+do+pata+negra+o+finissimo+jamon+espanhol/n1237721064274.html#comentario

    Garanto que vai valer a pena e o outro é

    http://www.linguicacaipira.blogspot.com

    Abraços

  5. Orlando, visitei o site que me sugeriu e achei muito legal. Só achei esquisito imaginar um pernil (ou uma coxa, como se chama lá) ficar secando ao sol!!!

    Abraços

    • Orlando Baumel disse:

      Pois é, Carlos
      É esquisito mesmo. Na realidade não fica secando ao sol, mas sofre a ação do vento e do sol (ao menos durante uma parte do dia), pelo que entendi.
      Obrigado pelas dicas e seja sempre bem vindo.
      Um grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: