Frango com Quiabo

Almoço no La Santa Birra
4 de março de 2010
La Santa Birra
5 de março de 2010
Mostrar todos

Frango com Quiabo ou Xi-Angu.

DSC05225

O Oba faz um passeio por um dos clássicos da culinária mineira.

E o quiabo, este injustiçado, reaparece aqui. Desta vez, fazendo par com galinha caipira, em um dos pratos mais saborosos da cozinha mineira.

Uma receita fácil, daquelas de fazer em qualquer dia da semana. Ou, se preferir, em um grande almoço, onde toda a família ou amigos se reúnam na mesa, para dividir risadas e “causos”.

Procure usar galinha caipira (além do charme, o sabor será outro). Se tiver um fogão à lenha em casa e uma bela caçarola de ferro, este é o momento de usá-los.

Compre os quiabos de tamanho médio e coloração verde quase brilhante. Acompanhe com arroz ou com “angu”. O tradicional é feito com fubá. Eu usei farinha de mandioca, fazendo um pirão (questão de gosto).

O  Tempero Mineiro é fundamental nesta receita. Faça uma quantidade maior e mantenha em um pote de vidro, na geladeira. Com certeza você irá encontrar outros usos para ele.

DSC05229

INGREDIENTES (4 porções)

1 Kg de coxas (ou sobrecoxas) de galinha caipira, sem a pele

1 cebola pequena picada

1 cebola pequena em rodelas finas

1/2 Kg de quiabo, cortado em rodelas de 2 cm

4 tomates, sem pele e sem semente, cortados em cubos pequenos

1/2 colher (chá) de Tempero Mineiro (receita abaixo)

1 colher (sopa) de cheiro-verde (salsa e cebolinha)

1 limão

Óleo de girasol suficiente

Sal e pimenta-do-reino moída na hora

PREPARO

Esfregue as peças de frango com limão. Passe sal e pimenta e deixe repousando por 1 hora. Aqueça uma panela e coloque o óleo. Adicione o frango e deixe dourar levemente. Ponha a cebola picada, o Tempero Mineiro e o tomate. Cubra com água e cozinhe até o frango estar macio.

Em uma frigideira, aqueça óleo e refogue bem o quiabo, até sair toda a gosma. Retire e reserve. Coloque a cebola em rodelas e deixe por 1 minuto. Retire o frango da panela e junte à frigideira.

Peneire o líquido da panela que estava o quiabo para outra panela. Junte a parte sólida ao refogado de frango e cebolas. Adicione um pouco do líquido no refogado. Coloque o quiabo e o cheiro-verde e deixe cozinhar por 3 minutos.

Utilize o líquido coado para fazer um pirão. Ferva e vá adicionando farinha de mandioca (ou fubá, se for a opção), aos poucos, mexendo constantemente, até atingir a consistência desejada.

Sirva o frango com quiabo acompanhado deste pirão, ou simplesmente de arroz branco.

DSC05228

TEMPERO MINEIRO

500 g de cebola

200 g de alho

2 pimentões verdes

1 maço de cebolinha verde

1 maço de salsinha

2 Kg de sal

PREPARO

Pique tudo grosseiramente. Passe pelo liquidificador. Misture o sal. Guarde em vidros, para seu uso diário.

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

7 Comentários

  1. Gasparzinha disse:

    Orlando, que receita deliciosa!
    A minha sogra é de Angola e a gastronomia de lá tb usa e abusa dos quiabos.
    Acho que vou fazer esta delícia para ela.

    Beijinhos. 🙂

  2. Joao disse:

    Nas minhas horas livres (q sao poucas) tambem adoro cozinhar, e fico chateado quando a esposa me ocupa a cozinha.
    Hoje vou falar duma receita um pouco diferente das usuais que por ca circulam.
    Ora ca vai: Juntam 250 gr de tempo, com 320 gr de disponibilidade e a mesma quantidade de boa disposiçao, e batem tudo numa bacia…deixam repousar e crescer. Depois disto dizem a seguinte oraçao virados para a bacia:
    “Ó dinheiro que és tao escaço, ó dinheiro que és tao pouco, vem ter comigo ao meu regaço, que eu sem ti viro louco. Ó dinheiro vem ao meu bolso, ó dinheiro a minha beira vem, que ja tou farto de rapar o osso, e nao me sabe nada bem….”
    Visitem http://www.forum-dinheiro.com e façam o favor de ser felizes…Ah e publiquem la umas receitas..que a malta agradece…

  3. elias disse:

    a unica coisa que vc tem q mudar e os dois kg de sal

  4. Felipe disse:

    Bom dia, sou estudante de gastronomia e estou mais acostumado com termos técnicos de cozinha e por isso ficaram algumas dúvidas referentes ao modo de preparo, principalmente ao termo “refogar” que me parece algo um pouco vago e generico:

    1- ” Aqueça uma panela e coloque o óleo. Adicione o frango e deixe dourar levemente.”
    Como não foi especificada a quantidade de oleo nem na receita nem nessa instrução de preparo, fico na dúvida se isso seria um salteado ou uma fritura rasa com o intuito de selar as peças de carne.

    2- “Em uma frigideira, aqueça óleo e refogue bem o quiabo, até sair toda a gosma. Retire e reserve. Coloque a cebola em rodelas e deixe por 1 minuto. Retire o frango da panela e junte à frigideira.”

    De novo, como não foi especificada a quantidade de óleo, não entendi se o termo refogar neste caso significa um salteado, uma fritura rasa ou uma fritura de imersão.

    A seguir, não ficou muito claro o procedimento. Ao meu entendimento, deu a parecer que devemos retirar e reservar os quibos e, usando o mesmo oleo e frigideira do processo anterior (“refogar” o quiabo), “refogar” (seja ele salter, fritura rasa ou fritura de imersão”) a cebola por 1 minuto.

    Desculpe pelas perguntas, mas a receita parece diferente das outras que encontrei, porém muito mais saborosa, por isso o meu interesse em tentar entender melhor o preparo.

    • Caro Felipe,

      Realmente a quantidade de óleo não foi especificada na receita, mas o termo refogar significa uma fritura em uma quantidade pequena de óleo, um salteado, se preferir. Com relação a última duvida, você vai coar os líquidos para uma única panela, para finalizar o prato. Com os líquidos, prepara o pirão.
      Obrigado e um grande abraço! Felicidade em sua vida na Gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: