Ervas e Especiarias II

Dobradinha com Feijão Branco
1 de abril de 2009
Feira de Páscoa de Curitiba
3 de abril de 2009
Mostrar todos

Ervas e Especiarias II

Continuamos hoje, juntamente com o Cozinha é Poesia, a série sobre Ervas e Especiarias!

                                                                    ANIS

images-35Também chamado de Erva-doce, o Anis é utilizado há mais de 5 min anos. Na Roma antiga, era recomendado que se tomasse, pela manhã, grãos de Anis socados, misturados com Mel e Mirra, em uma taça de vinho. Com ele era feito o Mustaceus, um bolo condimentado e usado no final dos grandes banquetes. Este tempero é mais encontrado em grãos, e muito usado no preparo de bolo, biscoitos e pães. Também é utilizado para temperar costeletas, peixes pochés, mariscos, caldos, marinadas, molhos, sopas de peixes e sardinhas fritas. Com as folhas são feitas saladas. Em forma de óleo, é usado para perfumar doces e aperitivos. Forma a base de muitas bebidas, como o Anisete francês, o Arak turco e o Uzo grego. Deve ser usada com parcimônia.

                                                                    ANIS-ESTRELADO

images-341Também conhecido como Badiana, o Anis-estrelado é cultivado em todas as regiões de clima quente e temperado. Ele possui o mesmo óleo aromatizante do Anis. O Anis-estrelado deve ser sempre usado em pequena quantidade, pois é tóxico. Ele aromatiza peixes e frutos do mar, pães e biscoitos, doces geléias e gelatinas. Entra na composição de diversos licores, como  o Absinto, o Chartreuse, o Anisete  de Bordeaux, entre outros.

                                                                         CANELA

images-32É obtida retirando a casca dos galhos de uma árvore de origem chinesa. Pode ser encontrada em rama ou em pó. Tem um aroma adococado e forte. É utilizada em compotas, picles, bolos, biscoitos, legumes doces, pratos salgados e salpicada sobre frutas ao forno ou bananas fritas. Foi motivo de muitas lutas pelo monopólio de seu comércio. Existem dois tipos: a Canela verdadeira, conhecida como Canela-do-Ceilão, e a Canela-de Cássia. A Canela verdadeira era extremamente cara. Somente quando começou a ser cultivada a Canela-de-Cássia é que seu preço baixou.

                                                                    CARDAMOMO

images-36Sementes branco creme, contendo pequenos grãos acizentados de aroma forte e doce, que devem ser moídos antes do uso. É muito utilizado em pratos de origem indiana, picles, pães e biscoitos. Também se usa sobre saladas e frutas ou maçãs assadas. Também é bastante utilizado na culinária chinesa, árabe e dos países da América espanhola. É indicado para temperar sopas, carne de porco e fígado. No Oriente utlilizam-no para aromatizar o café.

 

Quinta- feira que vem, juntamente com o Cozinha é Poesia, continuamos com mais Ervas e Especiarias.

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

0 Comentários

  1. cheruba disse:

    legal gostaria de receber mais comentarios sobre harmonização de ervas e especiarias com vinhos obrigado adorei o site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: