Dia das Crianças na cozinha

Feira Especial da Primavera e da Criança
11 de outubro de 2011
Alho-poró e uma receita
13 de outubro de 2011
Mostrar todos

Comidas de Bento.

A Chef Claudia Habas nos mostra como foi (e está sendo) a Semana da Criança no Hotel Dall’Onder, em Bento Gonçalves.

Em uma bela iniciativa da Marcia (gerente do hotel), foi criado a Oficina de Gastronomia Mini Chef, onde as crianças que estavam hospedadas tiveram contato com a Gastronomia.

A Claudia, juntamente com  a Marli (Patisseur) ensinaram as crianças a fazerem pão e biscoito.

A opção escolhida não poderia ter sido mais feliz. A tarefa de fazer pão é uma das mais gratificantes que existem. Preparar a massa, sovar, vê-la crescer, levar para assar e provar o resultado final é quase uma mágica. Ainda mais quando as crianças foram incentivadas a criarem formas divertidas com a massa de pão.

Na ocasião, também foi contada a história do pão, para ilustrar um pouco mais a divertida aula.

A história do pão é tão antiga que é até difícil dizer, com precisão, quando e como ele apareceu. Historiadores, no entanto, estimam que o pão tenha surgido há cerca de 12 mil anos, juntamente com o cultivo do trigo, na região da Mesopotâmia, onde atualmente está o Iraque. De início, provavelmente, o trigo era apenas mastigado. Só depois, ele passou a ser triturado com pedras e transformado em farinha.

Os primeiros pães eram feitos de farinha misturada ao fruto de uma árvore chamada carvalho. Bem diferentes dos atuais, eram achatados, duros e secos. Também não podiam ser comidos logo depois de prontos porque eram muitos amargos. Era preciso lavá-los várias vezes em água fervente, antes de se fazer broas que eram expostas ao sol para secar. As broas eram assadas da mesma forma que os bolos, sobre pedras quentes ou debaixo de cinzas.

Os egípcios foram os primeiros a usar fornos de barro para assar pães por volta do ano 7.000 antes de Cristo. Atribui-se também a eles a descoberta do fermento, responsável por deixar a massa do pão leve e macia como conhecemos hoje.

No Brasil, o consumo de pão só se popularizou depois do século 19. Até então, o brasileiro consumia, em grandes quantidades, a farinha de mandioca e o biju, apesar de já conhecer o pão de trigo desde a chegada dos colonizadores portugueses. Com a vinda dos italianos para o Brasil, no início do século20, aatividade de panificação se expandiu, e o produto passou a ser essencial na mesa do brasileiro.

A receita utilizada foi a básica, sem complicações.

INGREDIENTES

2 copos e 1/2 de água morno

2 colheres de sopa de açúcar

 

1 colher de sal

1 ovo

1 copo de óleo

1 kgde farinha de trigo

50 gde fermento de padaria

PREPARO

Misturar o fermento de padaria na água morna.

Levar ao liquidificador: o açúcar, o óleo, o sal, o açúcar, o ovo e a água com o fermento.

Bater por alguns minutos.

Colocar em uma bacia grande esta mistura e acrescentar o trigo aos poucos, misturando com as mãos (a quantidade de trigo suficiente se dá quando a massa não grudar em suas mãos).

Deixar crescer por 1 hora.

Dividir a massa em partes e enrolar os pães (no caso, foram dadas formas aos pãezinhos).

Deixar crescer novamente por 40 minutos.

Levar para assar por mais ou menos 30 minutos.

Se desejar: Substituir o óleo por banha.

Uma bela iniciativa. Perfeita para introduzir crianças no mundo mágico que é a Gastronomia.

FELIZ DIA PARA TODAS AS CRIANÇAS! 

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

2 Comentários

  1. Claudia Habas disse:

    Querido Orlando,em primeiro lugar quero agradecer pelo post,ficou maravilhoso.Participar dessa oficina de gastronomia com os pequenos chefs foi uma experiência única e mágica…Onde voltamos a ser criança,nos sujamos de farinha,perdemos a noção do tempo e aprendemos com eles…No próximo sábado,estaremos novamente,brincando,ensinando e principalmente aprendendo com eles.Quem sabe,entre eles estão os novos profissionais ,deste mundo encantado e mágico.
    Orlando….Obrigada,por tudo!!!!
    Claudia

  2. Chopp disse:

    Muito bom essa interatividade com as crianças, parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: