Carambola

cupcake gato e cachorro
Bolinhos da Telinha
14 de janeiro de 2011
selos
Fala, Fal! – Bernardo e Victor
16 de janeiro de 2011
Mostrar todos

Uma fruta estrelada.

A carambola é o fruto da caramboleira, árvore de pequeno porte, usada também para fins ornamentais.

Originária da Ásia e da África tropical, ela foi introduzida no Brasil pelos portugueses, de Angola e Moçambique, no século XVIII. Possui forma estrelada, com polpa suculenta e sabor agridoce.

A fruta é rica em sais minerais (cálcio, fósforo e ferro) e contem vitaminas A, C e do complexo B. A carambola é considerada uma fruta de quintal, onde normalmente é cultivada (em pequenos sítios e pomares).

A carambola pode ser consumida ao natural, em geléia, calda, sucos e compotas. Também é utilizada como guarnição para assados e como ingrediente de saladas. Na Índia e na China são consumidas como sobremesa, e suas flores entram na composição de diversos pratos. Hoje ela é bastante conhecida em todo o Brasil, particularmente no Nordeste.

Uma boa dica é cortá-la em fatias e aquecer em fogo muito branco com açúcar. Esta forma de preparo fica deliciosa quando acompanha um sorvete de creme.

Pessoas portadoras de insuficiência renal não podem comer carambola, pois esta fruta possui uma toxina natural que não é filtrada pelo rim destas pessoas, ficando retida no organismo e atingindo o cérebro, podendo levar inclusive à morte. Os sintomas de intoxicação são crise de soluços, confusão mental, convulsões e coma. Portadores de diabetes devem consultar o médico antes de comer, pois podem sofrer de insuficiência renal e não saber.

Fonte de pesquisa: Wikipedia

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

3 Comentários

  1. Thaís Souza disse:

    É uma fruta realmente deliciosa!
    Lembra a casa da vovó… um pezinho de carambola no quintal!

  2. Telinha disse:

    Carambola é uma das frutas da minha infância, e eu acho lindo quando a cortam em estrelinhas. Sempre foi uma fruta pouco valorizada, que eu comia diretamente do pé, quente de sol, mordendo um lado de cada vez. Ver carambolas utilizadas na culinária é uma coisa nova para mim, e me dói muito quando as encontro nos hortifrutis, imensas e colhidas verdes. Esse povo não sabe que carambola só se colhe no ponto exato…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.