Canja de Galinha

Pastel
1 de junho de 2009
Guacamole
3 de junho de 2009
Mostrar todos

Canja de Galinha com Arroz Selvagem!

dsc02402

E o frio chegou para valer…ótimo pretexto para o Oba atacar de sopa. Hoje uma das mais conhecidas no Brasil: a Canja de Galinha. 

Para demonstrar que um ingrediente pode fazer toda a diferença em um prato, troquei o arroz normal por arroz selvagem, dando um toque refinado à um prato rústico!

A canja, por incrível que possa parecer, teve origem na Índia. Originalmente era uma sopa rala de arroz e ervas. Levada de Goa (cidade indiana) para Portugal no século XVII, passou a ser feita com os outros ingredientes que permanecem até hoje (frango, arroz, batatas, cebolinha e ervas).

Tornou-se um prato refinado no século XIX, sendo servido nas ceias literárias. Era o prato favorito de D. Pedro II, que a tomava em todas as ocasiões, mesmo nos intervalos de apresentações teatrais.

Nesta canja de hoje, usei arroz selvagem e mandioquinha (também conhecida por batata salsa e batata baroa). O resultado ficou excelente. O sabor suave e lembrando avelãs do arroz selvagem casou perfeitamente com o adocicado da mandioquinha.

INGREDIENTES     (para 6 porções)

1 peito grande de galinha (se tiver caipira, melhor)

100 g de arroz selvagem

1 cebola grande em quartos

2 colheres (sopa) de cebola e alho picados

2 cenouras cortadas em bastonetes

2 mandioquinhas cortadas em rodelas

1 folha de louro, 5 grãos de pimenta branca

Ciboulette picada bem fininha

2 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem

Sal e pimenta-do-reino moída na hora

PREPARO

Desosse o peito de frango e reserve os ossos. Em panela de pressão, coloque o peito de frango, os ossos, a cebola em quartos, os grãos de pimenta e a folhinha de louro.

Cozinhe na pressão por 40 minutos. Desligue, retire a carne do peito e desfie. Reserve o caldo.

Aqueçauma panela, coloque azeite de oliva, a cebola e o alho picado. Deixe amolecer e junte o arroz selvagem. Mexa bem e adicione o frango desfiado. Coe o caldo e deixe cozinhar.

Após 5 minutos, coloque a cenoura. Deixe por mais 5 minutos e junte a mandioquinha. Termine o cozimento. No total deve dar em torno de 25 minutos.

Sirva bem quente, com a ciboulette polvilhada por cima. Boa idéia é servir com um bom Parmegianno ralado na hora!

dsc02405

Para o frio, eu acho que não existe sopa mais reconfortante. Caso queiram, façam da maneira tradicional, usando arroz e batata normal.

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: