Aprenda a preparar Vôngoles (Berbigões)

Porto Belo Food Truck Festival
23 de janeiro de 2016
Saia da rotina e surpreenda com Couve Crocante (e uma sugestão de sanduíche)
26 de janeiro de 2016
Mostrar todos

O Vôngole ou Berbigão  é um molusco bivalve marinho da família dos venerídeos, comestível e de ampla ocorrência no litoral brasileiro, onde vive enterrado no lodo. Tais moluscos possuem coloração branca amarelada, superfície externa lisa com manchas de padrões variados. Também são conhecidos pelos nomes de bebe-fumo, bergão, burdigão, chumbinho, conchinha, fuminho, fumo-de-rolo, maçunim, marisco, marisco-pedra, marisquinho, papa-fumo, pimentinha, samanguaiá, samanguiá, samongoiá, sapinhoá, sarnambi/sernambi, sarnambitinga, sarro-de-pito, simanguaiá, simongoiá, simongóia, tumem. (Wikipedia)

Berbigão

Estes moluscos enterram-se no lodo, ao contrário de outros, que se agarram nas pedras. Na região de Porto Belo, em Santa Catarina, os vôngoles são comuns. Andando pela baía você vai encontrar muitos, principalmente nos baixios. É de Santa Catarina que sai a maior parte destes moluscos para o resto do país.

Começou com os açorianos, lá pelo século 18. Chegados à Ilha de Santa Catarina, eles descobriram, no fundo da baía, fartas colônias de moluscos que em muito se pareciam aos do outro lado do Atlântico. Pela semelhança, botaram-lhe nome português: berbigão. E dele fizeram ingrediente fundamental para os dias de lestada, quando o vento leste revirava o mar e impedia os pescadores de sair em busca de peixe. Cabia às mulheres, naquela ocasião, garantir o de comer: durante a vazante, metiam-se na baía com água nas canelas a catar os berbigões enterrados no lodo. Com eles, preparavam ensopados. Era, portanto, refeição à toa, para se matar a fome em tempo de míngua. (Viaje aqui)

Em Porto Belo o vôngole é servido como recheio de pastel, mas pode ser utilizado em diversas preparações. O vôngole tem um sabor delicado e adocicado, desde que preparado de maneira adequada. Seu preparo não exige qualquer habilidade fora do normal.

Logo depois de colhidos, devem ser mergulhados em água salgada, na proporção de 2 colheres de sopa de sal para 2 litros de água, e deixados de molho por 15 minutos. Após este tempo, troca-se a água, procede-se igual por mais 2 vezes e lava-se em água corrente. Eles estarão prontos para o cozimento.

Para prepará-los, você pode mergulhar na água fervente por 3 minutos, retirando a espuma que subir à superfície. As conchas que não abrirem devem ser descartadas. Você pode servir nas conchas ou retirar, dependendo do uso que quiser.

Berbigão 2

Estes que preparei, deixei nas conchas. Servi com um refogado de azeite, alho e cubos de tomate. Misturei as conchas aberta na panela do refogado, temperei com sal e polvilhei com salsinha picada. Pode ser comido assim mesmo ou servidos sobre um macarrão. Se esta for a opção, retire 2/3 dos vôngoles das conchas.

Berbigão 3

Vôngoles são deliciosos. Um molusco um pouco desprezado, mas que se bem preparado fica surpreendente. Se tiver a oportunidade de experimentar, não deixe de fazer. Não irá se arrepender.

 

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

1 Comentário

  1. Gloria Lacerda disse:

    Adorei as informaçoes. Desconhecia totalmente!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: