Um olhar sobre a comida

Restaurante Armazém – Cascavel
27 de fevereiro de 2013
Editorial Fevereiro 2013
1 de março de 2013
Mostrar todos

Comidas mexem com todos os nossos sentidos. Visão, olfato, tato, audição e paladar (nesta ordem). Cada destes sentidos nos enviará as informações para o cérebro processar.

Todos tem sua importância, mas a visão é a primeira e fundamental, em qualquer prato, do mais simples ao mais complexo. Ela que vai dar o start nas outras (ou não).

Uma comida com um visual bonito é meio caminho andado para o sucesso. Uma bela apresentação abre o apetite de qualquer um. Pode ser um ovo cozido ou um escalope de foie gras, o resultado é o mesmo.

E quando você faz um prato só para você, sozinho em casa, olha para ele e pensa:“puxa, podia até fotografar…” Aí é porque alcançou uma das graças da cozinha, a sensação de dever cumprido. Quando você é uma pessoa sensível, com um olhar artístico e com fome, um simples lanchinho vira uma obra de arte.

Pão sírio com queijo

É isto que a Alessandra Franco, uma adorável e competente arquiteta fez. O mais simples dos lanches, a mais básica das combinações, mais carinho ao preparar e deu nesta bela paisagem. Para comer com os olhos.

Esta beleza das coisas simples são únicas. Para quem trabalha em uma cozinha mais elaborada, com molhos levando dias para ser preparados, ingredientes mais raros que diamantes (e quase ao preço deles), a visão de um pastel de carne bem feito pode ser o paraíso.

Imagino qual tenha sido a sensação da Alessandra ao chegar em casa, sentir fome, encontrar pão sírio e queijo, polvilhar com orégano e gratinar. Abrir o forno, ver o resultado e pensar em fotografar. Tem sensação mais gostosa?

E nem adianta pensar que poderia ter um tomate, que poderia ter mais ervas, um toque de páprica e por aí afora. O prato era para ser assim mesmo, lindo e simples de sua maneira, como a Alessandra imaginou e eternizou com seu olhar mais apurado. Não poderia ter ficado melhor.

Pão sírio com queijo 1

Eu não troco um palmito pupunha assado na brasa, com um fio de azeite e sal por nenhum  prato, por mais rebuscado e refinado que seja. Adoro preparar coisas mais complexas, mas na hora de comer, gosto de abusar das mais normais e simples. E gosto de fotografar. Fotografo tudo que preparo, seja o que for. Acho bom e é uma forma de aprimorar o que faço.

É isto que quis dizer hoje. Falar um pouco sobre a importância da apresentação de seus pratos e sobre a simplicidade na cozinha.

Faço uma sugestão para todos os leitores do OBA Gastronomia: façam suas receitas e fotografem. É uma sensação recompensante, como deve ter sido para minha querida Alessandra, que por sinal nem sabe que estou usando suas fotos hoje. Tomara que seja uma boa surpresa.

Se quiserem, nos enviem suas fotos. Quem sabe sua receita não apareça aqui pelo OBA.

*A propósito, a Alessandra Franco é filha de minha amiga Regina Maria Franco, colaboradora constante deste site. É ela quem fotografa as receitas da mãe. Hoje é ela quem enfeita o OBA Gastronomia.

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.