Sacoleiro sofre.

Estar em Foz do Iguaçu e não fazer compras no Paraguai, equivale a estar em Paris e não visitar a Torre Eiffel.

E apostem, é uma saga, principalmente em janeiro, em um calor de 40°C à sombra. Milhares de pessoas atravessando a Ponte da Amizade, sobre o Rio Paraná, a fronteira molhada entre os dois países vizinhos, é o prenúncio do que te espera.

Andar por Ciudad del Leste não é tarefa para qualquer um. A cidade parece um formigueiro. São milhares de barraquinhas de camelôs, vendedores ambulantes tentando te empurrar tudo o que se possa imaginar, um trânsito impossível de entender e o calor de derreter.

Caso você tenha a sorte de encontrar tudo no mesmo lugar, menos mal…senão, vai penar. Caminhar em Ciudad del Leste é uma aventura. Tudo é demorado, não é passeio rápido. Demanda tempo, paciência e perseverança.

Daí, chega a hora do almoço. O que comer por lá? Debaixo de um sol escaldante e impiedoso? Onde um ovo deve ter uma vida útil de minutos…uma maionese sairia andando sozinha e um bife, melhor nem pensar?

As opções de barraquinhas que vendem comidas são inúmeras, mas muita coisa vem à mente nestas horas e a coragem foge com o rabo entre as pernas…

São barracas de cachorro quente, empanadas, pastéis, salgados de todos os tipos, Churrasquinho Grego (acreditem, embaixo deste sol). Um verdadeiro convite para o além…

Porém, e tudo tem um porém, sempre existe uma luz no fim do túnel. Uma dica valiosa do motorista da van que me levou e eu conheci o Del Fuego.

Situado no último andar do Shopping Del Leste, um dos melhores da cidade, o Del Fuego é surpreendente. Tocado por um jovem casal de curitibanos, o Del Fuego é um verdadeiro Oásis neste quase deserto. Lugar agradável e aconchegante. Sentar em uma de suas mesas, depois de uma epopéia, é quase um delírio.

O restaurante oferece pratos, porções e lanches. Aliás, belos lanches, como descobri ao pedir um Cheese Salada. Acompanhado de uma cerveja gelada, é algo como atingir o Nirvana, estando em Ciudad del Leste. Fartamente recheado e com um preço mais que justo, o sanduíche vale por um almoço.

O Del Fuego também conta com uma Tabacaria, com produtos de excelente procedência para os aficcionados por um bom charuto.

Esta é uma dica valiosa do OBA Gastronomia para quem quer visitar Foz do Iguaçu  e aproveitar as compras no Paraguai. Um lugar que realmente merece menção.

Para saber mais, visite o Site do Del Fuego.

* Este post é uma homenagem aos milhares de brasileiros que fazem da ida a Ciudad del Leste seu sustento. É um trabalho dos mais árduos que você pode imaginar. Quem conhece, sabe do que falo.

Orlando Baumel

Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Este post tem 3 comentários

  1. Olá!

    Valeu pela dica. Nem tudo está perdido, por pior que seja o lugar, e principaçmente, a situação.
    Embora não seja um aficcionado por compras, saber que há um lugar como o “Del Fuego”, motiva a visitar a fronteira.
    O casal de curitibanos, mesmo que seja amigo seu, deve agradecer. rsrsrsrs
    Mais que agradecer-lhe, deve retribuir pelo “merchan”.
    Para nós, repito! Uma ótima dica, para quem sabe só de compras do lado de “Los Hermanos Guaranis”,

    Um abraço!

  2. oiii eu vou toda a semana ao paraguai, depois de um tempo tu te acostuma e eu indico o churrasquinho grego do gaucho em frente a loja da pionneer muito bom e o gaucho bem divertido. nao consigo me imaginar longe do paraguai muito bom estar la.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu