O Pão da Dona Rita

Blog da Kovalski
20 de agosto de 2010
Fala, Fal! – As Canoas da Fal
21 de agosto de 2010
Mostrar todos

Cada mão, um pão.

Pão é uma  coisa mágica.

Quem faz, tem sempre sua receita. E, por incrível que pareça, se outra pessoa fizer o mesmo pão, usando a receita exata, mesmas marcas de ingredientes, mesmo forno, nunca sairá igual ao original.

Isto parece ser uma lei. Não adianta tentar fazer igual. Não que o pão fique abaixo de sua expectativa. Só não fica igual ao que você se baseou.

Lembro que quando criança, onde morei, uma pequena cidade do interior paranaense, todo mundo tinha seu forno à lenha no quintal. Todas as donas de casa faziam pão…e nenhum era igual ao de outra. E olha que as receitas corriam de mão em mão, e rápido, como é em toda cidade pequena.

Nesta história de pães, acabamos por eleger alguns favoritos. Aqueles que alegram o dia quando ganhamos de presente (sim, pão de casa deve ser dado como presente para quem gostamos). Entre meus favoritos, eu citaria o de minha mãe (inesquecível), os pães da Dona Marly, do Restaurante Guega ( pão delicioso) e com certeza o da Dona Rita, mãe de minha cunhada.

Dona Rita Scheffer faz um pão de comer rezando. Macio por dentro e com a casca na crocância exata. E com toda a simpatia do mundo, divide sua receita com nossos leitores. Uma receita simples, mas que se transforma em mágica na mão certa.

INGREDIENTES

1 Kg de farinha de trigo

1 tablete de fermento biológico

1 copo de azeite

2 ovos

150 ml de água morna

1 colher (sopa) de sal

PREPARO

Faça um monte com a farinha com uma cova no meio. Vá incorporando os demais ingredientes. Amasse bastante, até dar o ponto. Deixe descansar por 1 hora.

Monte os pães no formato desejado. Coloque na forma e deixe descansar por mais uma hora. Pincele com gema de ovo misturada com água. Leve ao forno aquecido em 200°C e asse por 40 minutos.

Desenforme e espere esfriar um tanto, antes de servir.

O aroma que fica em casa é inebriante. Só aí entendemos porque o pão  é um alimento sagrado.  Este pão da Dona Rita é maravilhoso. Meus agradecimentos à Dona Rita pela receita e, claro, pelo pão, devorado em tempo recorde.

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

4 Comentários

  1. RoMulo disse:

    eita pao bom esse da dona rita ein

  2. Cassandra disse:

    Valeu …gostei muito! temos que resgatar receitas tradicionáis. Abraço.

  3. Rosana disse:

    Adorei a receita, a historia então… muito poetica, me faz ate sentir o cheirinho desse pão!!! Beijocas

  4. Bell Rezende disse:

    Amei esse bucadim de prosa e história !!!
    Sabe que eu gosto disso !
    Vou fazer esse pão, que praticamente, senti o cheiro também !!!
    Depois, vou dizer se ficou igual… rsrsrs… mas é assim mesmo… cada mão, um pão !
    Beijos amigo Orlando !
    Bell

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.