O OBA da Fal Azevedo

Três anos de OBA Gastronomia
1 de outubro de 2011
Salada de Cogumelos
3 de outubro de 2011
Mostrar todos
detalhe da capa

Três anos de OBA, pela querida Falzinha.

Você e eu fazemos o Oba! (o certo é falar OBA, mas o chef me deixa chamar de Oba!, tá legal?)

A Telinha, com os bolinhos mais lindos do mundo, faz o OBA.

A Bell, A Carol (a minha Carol) e a Terê, a Sarah, a Bia, a Clau, e a Milena? Fazem o OBA também.

A Laura, a Carol (a Carol do chef… ela ainda não é minha), a Nathália, a Lara, o Leonardo, e a dulcíssima Maria Alice Maciel, fazem o OBA, claro.

O OBA nasceu dessa ideia, de que éramos capazes de cozinhar mais e melhor, mais gostoso, mais bonito, mais refinado.

Acredito nisso. Nessa ideia. Acredito em pouca frescura, em zero de babaquice, zero de empáfia. Acredito em coragem, cores bonitas, ingredientes frescos, em azeite, em manteiga amarelo-ovo, em alfaces repolhudas, em cebola fazendo shhhhh enquanto frita aqui, perto de mim. Acredito que profissionais (não se engane, é isso que somos) competentes, não precisam de rapapés e frajolices e usam a mise en scene só para os pratos que vão servir.

Aqui, cozinhamos e escrevemos sem gravata e afetação, fazemos essa comida linda, debulhamos palavrinhas queridas, todos os dias. Aqui, levantamos a bandeira do bonito-e-bem feito-e-gostoso todos os dias, na comida sofisticada, na comida da padoca.

Somos, todos, parte entusiasmada do OBA, mas damos todos, os parabéns ao chef Orlando, definido pela minha doce mãe como sendo “esse incrível músico que ainda por cima é um chef maravilhoso”. Mãe é mãe, vocês perdoem o entusiasmo.

São dele esses 3 anos de comemoração, foi dele essa visão tão inspirada, essa sacada sensacional de aproximar o todo dia da festa, o refinado do cotidiano, a qualidade da, por que não, quantidade.

Talvez por isso, o OBA seja essa maravilha. Nosso chef e condutor é, ele mesmo, um maestro. E nós fazemos nossa comida e escrevemos sobre ela com os colarinhos abertos, as janelas escancaradas, roubando mais uma azeitoninha com a mão, no melhor clima jazz session que pode haver.

Sou grata ao Oba!, que me devolveu o prazer de escrever sobre comida e atura minha ingratidão com estoicismo e tolerância.

Sou grata ao chef por todas as coisas maravilhosas que ele trouxe para a minha vida, sua generosidade, seu amor pelas palavras, pela música, pelo uso desenfreado de alho, pela graça, pelos sorrisos.

O Oba! está em cada magret de pato com risoto de açafrão, cada ovo frito de bordas tostadas, cada bouef bourguignon, cada limonada com cravo, cada sagu cor-de-rosinha, cada panqueca com geleia da minha vida, chef. Em cada passo, cada colher de pau nova, cada pitada de sal.

Que venham muitos e muitos anos, que o Oba! cresça, que nós assemos as batatinhas, misturemos a massa lentamente, incorporando a manteiga, que nós encontremos as melhores palavras para descrever o azedinho do molho, a riqueza do purê, o doce da mousse, que o adjetivo certo para qualificar  a torta de queijo nunca nos abandone, amém.

Parabéns, chef. Well done.

Amor,

Fal.

Detalhe da capa de “Minúsculos assassinatos e alguns copos de leite”, da Fal Azevedo

Muito obrigado, Falzinha. Mais anos virão e mais o apreço, consideração e carinho que sinto por você irá aumentar.

O OBA é sua casa e você é o coração do OBA. 

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

2 Comentários

  1. Tive o prazer de conhecer pessoalmente essa figura, o Orlando. E tenho certeza de que ninguém melhor que a Fal, com seu “prazer de escrever sobre comida”, para homenagear o Oba em seus três anos.

    Bem sei, aspirante a aprendiz de feiticeiro culinário que tento ser, o quanto é difícil manter um site/blog sobre gastronomia. Não basta colocar o “modo de preparo”. Do pouco que aprendi até agora é que comida é feita para gente e por gente. E gente é que não falta ao OBA. É como diz no comercial do tempero: “é o amor”!

    Continuem todos com o amor de sempre pelas gentes que por aqui passam. Parabéns e um grande abraço em todos. Mas, sem dúvida, um especial para o Orlando.

  2. Fátima disse:

    Oi, Fal.Oi,Chef Orlando:
    parabéns a vocês pelos 3 anos do OBA.
    E mais 300 de muito sucesso!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.