Flor de groselha

Carpaccio Caprese
16 de junho de 2009
Alimentos Funcionais – Azeite de Oliva
18 de junho de 2009
Mostrar todos

Tempurá de Flor de Groselha!

dsc02559

O Oba faz uma breve pausa em Alimentos Funcionais para falar sobre um ingrediente no mínimo exótico: a Flor de Groselha!

Em mais um passeio pelo Mercado Municipal de Curitiba, deparei com a Flor de Groselha…e não me contive. Depois de perguntar ao vendedor como podia utilizá-la, comprei e fiz uma pesquisa pela Internet.

Não se encontra muita coisa a respeito, principalmente receitas, mas mesmo assim repasso aqui o que achei de mais interessante!

dsc02557

Nome científico: Hibiscus sabdariffa
Família: Malvaceae.
Sinônimos botânicos: Abelmoschus cruentus Bertol., Hibiscus cordofanus Turcz., Hibiscus cruentus Bertol., Hibiscus digitatus Cav., Hibiscus fraternus L., Hibiscus palmatilobus Baill., Sabdariffa rubra Kostel.
Outros nomes populares: agrião-de-guiné, azedinha, caruru-da-guiné, graxa-de-estudante, groselha-flor-roxa, groselheira, hibisco, hibiscus, pampola, pampulha, papoula, quiabo-azedo, quiabo-de-angola, quiabo-róseo, quiabo-roxo, rosela, rosele, roselle (inglês), carcadé (espanhol), karkadé (francês), karkade (italiano), afrikanische malve (alemão).
Constituintes químicos: ácido ascórbico, ácido cítrico, ácido hibísco, ácido málico, ácido oxálico, ácido tartárico, antocianinas, carboidratos, delfinidinas, flavonóides (gossipetina, hibiscina, hibiscetina), mucilagem, oxalato de potássio.
Propriedades medicinais: albuminóide, anestésica, aromatizante, antiescorbútica, antiespasmódica, aperiente, corante, digestiva, diurética, emoliente, estomático, laxante suave, vasodilatadora periférica.
Indicações: dieta de emagrecimento, fortalecimento dos cabelos, espasmo gastrintestinal, espasmo e cólica uterina, má digestão, gastrenterite, hipertensão, constipação intestinal, falta de apetite, ativar a excreção da urina, infecções da pele, varizes, hemorróidas.
Parte utilizada: folhas, flores.

Modo de usar: – saladas, cruas ou refogadas, geléias, sucos.

Chá das flores ou folhas.

Fonte: Plantamed

Para ilustrar a matéria, escolhi  fazer uma preparação diferente de saladas, suco ou chá. Como a planta é muito consumida pela comunidade japonesa, optei por Tempurá.

Tudo bem, a Flor de Groselha possui um “caroço” impossível de retirar sem deixar as folhas intactas. Então, a única maneira é deixar o tal caroço e descartá-lo na hora de comer.

MASSA PARA TEMPURÁ

1 ovo batido

2 xícaras de farinha de trigo

1 xícara de água mineral (com gás) bem gelada

Junte o ovo e a água gelada e mexa até o ovo se dissolver.  Adicione a farinha e mexa novamente com cuidado.  A massa pode (e deve) ficar pedaçuda.

MOLHO TENTSUYU

1 xícara de água

3 colheres (sopa) Shoyu

1 colher (sopa) Saquê Mirin

1 colher (sopa) de açucar

2 colheres (sopa) de Hondashi (tempero à base de peixe)

Ferva a água e adicione o Hondashi. Deixe cozinhar por 2 minutos e coloque o resto dos ingredientes, mexendo para mistura-los.

TEMPURÁ

Aqueça óleo de girassol em uma Wok (ou outra panela funda). Empane as flores de groselha e frite-as, sem deixar dourar demasiadamente. Deixe escorrer em grelha e coloque em papel toalha.  Sirva acompanhada do molho!

dsc02563

A Flor de Groselha tem um sabor azedinho, muito agradável. Servida como tempurá, fica delicioso com un antipasto, ou mesmo como parte de um evento em que o tempurá seja o prato principal!

Você pode comprar o molho Tentsuyu pronto, em lojas de produtos orientais.

Fica a sugestão do Oba! Flor de Groselha em tempurá!

O post de hoje é dedicado ao Cozinha e Poesia, de minha amiga Cherry, que tanto tem ajudado o Oba!

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

18 Comentários

  1. Bruna Ribeiro disse:

    Exótica, porém delicada! Na verdade deu pena de fritar as florezinhas, mas tudo o que é de groselha é bom, então deve ficar uma delícia!

  2. Cherry disse:

    Eu conheço como azedinha ou rosela, flor de groselha foi mais um nome que fiquei sabendo agora. Sei que das folhas dela é feito o famoso arroz de cuxá, prato típico do
    Maranhão. Aqui perto da minha casa tem um sítio que tem alguns pés.Mas nuna as imaginaria feitas em tempurá! Coisa de Chef!E oferecidas à mim…aiaiaiaiai…Muito obrigado Orlando..Você além de cozinhar muito bem tem o doce dom de me deixar sem jeito…
    beijos
    Cherry

  3. Verena disse:

    Orlando, adorei seu blog!!!!
    Música e boa mesa estão em sintonia, não acha? Também acho que uma completa a outra!
    Olha, na feira livre na minha cidade natal (Rio Claro, SP) há uma barraca orgânica em que sempre achamos umas curiosidades gastronômicas. Compramos algumas vezes essas florzinhas também lá chamadas de Flor de Groselha, apesar de nada ter a ver com a groselha que se faz o xarope, fizemos o suco e adoramos!!! Muito interessante e saborosa!
    Nunca vi em outro lugar, legal saber que no Mercado de Curitiba tem! Quando for até aí vou com certeza passear nessa delícia de lugar!
    Um beijo e até breve!
    PS: estou curiosa para ver a receita do Putanesca amanhã!

  4. Amália disse:

    Moro no Triângulo Mineiro e conheço a flor de groselha desde criança (ou seja, faz muiiiiito tempo….), porém com o nome de quiabinho ou quiabinho vermelho. Sempre fizemos dela um chá delicioso. Por aqui, ela costuma dar as frutinhas na época do frio, quando o chá fica mais gostoso ainda. Os mais antigos também costumavam colocar por cima do arroz ou fazer molhos para acompanhar outros pratos. Nestes 2 casos, é usada somente a casca vermelha. O chá pode ser até com ele inteiro. O mais interessante é que tem muita pectina, de um dia para o outro o chá que sobra fica viscoso. Dá bem para fazer geléia. Costumo comprar dele seco para fazer chá, pois no meu quintal tem um problema que faz a planta morrer depois de já adulta.
    abraços
    Amália

  5. Amália disse:

    Aliás, esqueci de comentar o seguinte: não sei porque falam que é flor. Na verdade, a flor é precursora dessa frutinha. Depois que a flor cai (na espécie que tive aqui em casa, a flor fica aberta só na parte da manhã)é que o frutinho nasce e vai crescendo. No entanto, em todo lugar se diz que a parte usada da planta é a flor…

  6. DANY disse:

    olá, até que enfim encontrei um site de gastronomia que cita a tão famosa “flor de groselha” tão citada pela minha amiga oriental… 🙂
    ela me falou muito sobre essa flor, me atormenta o tempo todo perguntando se eu conheço e se sei onde tem, pois o pai e o tio dela vinham na cidade onde mora para colher esta florzinha, e conversando sobre a tão comentada flor de groselha, ela me disse que eles, os orientais, tambem costumam utilizá-la no preparo de conservas, diz que fica uma delícia, pois como voce ja disse aqui ela é meio azedinha, e fica um sabor muito agradavel quando em conserva!!!! nunca experimentei, mas diz ela que é muito saborosa… fica aí a dica de minha amiga japonesa, passada por mim…
    ABRAÇOS e, adorei o site, muito interessante e de facil entendimentoa por parte dos leigos em gastronomia e técnicas culinárias, tambem vou aproveitar para dar uma fuçada na parte de nutrição, pois sou tecnica em nutrição e dietetica, e de vez em quando gosto de dar umas fuçadas pelos site que encontro… é isso, bjs e parabens pelo site, muito bom!!!

  7. Kelly disse:

    Em casa, mamãe costuma preparar como uma conserva, no sal e vinagre para comer com gohan. Fica azedinho, é maravilhoso – dizem que os primeiros imigrantes acharam essa florzinha para improvisar o umê, uma conserva feita da mesma forma (pessoalmente, acho a versão ‘original’ horrorosa =p). Eles a chamam “Pará-umê”.
    Fazer geléia disso fica uma delícia também.

    Ah, e achei na internet o nome de flor de hibiscus. Alguém mais entendido ae, procede?

    Abs.

  8. FELIPE SOARES disse:

    eu conheci a plnte recentemente aqui no semi arido no norte ne minas
    fiquei sabendo do cha q póde ser feito dele(que aqui é conhecido como vinho)em qu enele é adicionado outras bebidas como vinho ou aguardente de cana

  9. Zenilda disse:

    Nossa, achei muito legal! Pra mim foi inteira novidade!

  10. sergio de meira coelho disse:

    tenho um pé de groselha em casa.Gostaria de saber mais receitas como charope,refresco e conserva.Não acertei qdo coloquei em um vidro com sal.Acho que deveria colocar um pouco de agua.Agradecido.Vou fazer a receita encontrada neste site que achei muito elucidativo.

  11. ana disse:

    grata por compartilhar a informação!

    recolhi algumas informações e postei no meu blog!

    abraços

  12. paula disse:

    orlando, legal sua pesquisa, morei em escola japonesa e lá faziamos muita conserva com ela, fresca. delicia para comer com arroz… hj faço chá e gelatina de agar com mascavo e fica muiito bom! quero te dizer que dá pra tirar o caroço, cortado com uma faca o fundo, e então ele sai junto, ele possui uns espinhos micro, bem chatos… sse tiver lugar, seque as sementes e plante que vale ver a beleza que é!! abraço

    • Orlando Baumel disse:

      Muito obrigado pela simpatia e pela dica, Paula! Farei com certeza! Abraços!

      • ROQUE disse:

        OLA ORLANDO, TUDO BEM. MEU NOME E ROQUE E EU COMPREI A FLOR DE GROSELHA (VERMELHA) DEICHEI CURTIR NO SAL DO IMALAIA ROSA, AÇUCAR, UM DIA. NO OUTRO DIA TEMPEREI COM SALSINHA, ALHO, CEBOLINHA, CEBOLA, AZEITE, POUCO VINAGRE. OREGANO, PIMENTA DO REINO BRANCA, LOURO, DEICHEI CURTIR POR MAIS UM DIA
        NO OUTRO DIA , HUMMMMMMMMMMM, SO COMER UM GRANDE ABRAÇO, SE TIVER MAIS ALGUMA SUJESTAO AGRADEÇO.S.PAULO.

  13. klaus disse:

    orlando, o meu pai fez uma ferramenta para retirar a semente sem danificar o fruto, é simples, rápido e muito pratico e da pra fazer na sua própria casa

    • Orlando Baumel disse:

      Que legal, Klaus. Gostaria de conhecer a ferramenta. Esteja à vontade para mostrar por aqui. O espaço é seu.
      Obrigado pela participação e um grande abraço!

      • joana disse:

        estava pesquisando sobre este fruto e vim parar aqui, gostaria de saber qual a diferença das que tem a folha vermelha e a folha verde, são a mesma coisa? vi uma senhora tirando a semente empurrando pelo cabinho para fora do calice a semente com a parte de um cabo de guarda- chuva (sem o guarda-chuva) e com luvas que deve ficar com as mãos manchadas… vivendo e aprendendo sempre…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.