Desidratação

Bavette com Queijo Mascarpone e Shitake
8 de fevereiro de 2018
Bruschetta de Figo e Mascarpone
14 de fevereiro de 2018
Mostrar todos

Confira algumas dicas da Nutricionista Maria Alice Maciel para você aproveitar sem medo seu Carnaval.

Calor, carnaval, praia, piscina….e ai o risco de desidratação é maior. Existe uma percentagem normal de água no corpo, isso varia de acordo com a idade, mas normalmente o próprio organismo dá conta de manter o equilíbrio entre  quanto perde e quanto precisa ingerir. A desidratação ocorre quando perde-se mais líquido do que se ingere. Isso pode ser rapidamente identificado e simples, mas também pode ser muito grave e perigoso, e até fatal,  principalmente em crianças e idosos. Imagina que o corpo consome água constantemente para realizar suas funções. Normalmente perde-se água com a respiração, transpiração, produção de urina e fezes.

Quais as causas de uma desidratação?

– ingestão deficiente de líquidos

– suor em excesso

– diarreia, vômito

– queimaduras e ferimentos com perdas de líquido

– febre, hiperglicemia

– exposição solar

– medicamentos que aumentam o volume urinário

Devemos lembrar que junto com a perda de líquido, perde-se também sais minerais e isso precisa ser avaliado. Como perceber isso? Quais os sinais e sintomas?

O primeiro aviso é a sede. Porém, pessoas de mais idade podem não ter mais a sensação de sede , então não devem depender apenas dela para ingerir líquidos. Também pode ocorrer diminuição do volume urinário e mudança na cor da urina, dores de cabeça, boca seca, cansaço, tontura, pele sem elasticidade, olhos secos, câimbras, alteração da pressão, batimentos cardíacos, irritabilidade e até confusão mental e choque. Muitas vezes essa perda é muito rápida, como em caso de vômito, diarreia, queimaduras, ferimentos graves, etc.

É claro que o tratamento é repor líquido e eletrólitos até alcançar o equilíbrio, em quantidade certa e tempo adequado, corrigir no caso de perdas, como por exemplo: causa da febre, vômitos, diarréia, glicemia. Mas o melhor mesmo é , sempre que possível, prevenir. Então, você ai, que pretende pular no carnaval e ainda fazer suas corridas na areia quente, debaixo do sol escaldante….cuidado, sempre tomando sua aguinha fresquinha, suco, água de côco ou mesmo um isotônico. De olho na boca seca, volume e cor da urina, sede e tudo o mais. Devemos lembrar é claro que nos alimentos também tem água, mas as frutas e vegetais são ótimos para essa época.

É isso aí, fica a dica: muita água, sucos, frutas e vegetais, além de um restante da alimentação saudável, sem exageros em quantidades e gorduras. Beijão e até a próxima.

Maria Alice Maciel – Nutricionista

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.