Brancos e Tintos

Fast Food caseiro
17 de agosto de 2010
Lugares e Comidas inesquecíveis – Porto Alegre
19 de agosto de 2010
Mostrar todos

Vinhos – por Cassiana Gonçalves.

Cassiana nos traz as novas sobre vinhos.


Diageo vende Barton & Guestier para companhia francesa

A importadora Diageo vendeu sua empresa Barton & Guestier para a maior companhia de vinhos da França, Castel Fréres. A venda incluiu rótulos, inventários e também os territórios em Bordeaux, Vale do Loire, Borgonha, Beaujolais e Vale do Rhône.

A B&G é distribuída em cerca de 130 países. A sua venda para a Castel Frères acompanha o anúncio feito pela Diageo no mês de maio, de que estaria reavaliando seus negócios no mundo do vinho.


Champanhe francesa Lanson comemora 250 anos

A marca foi criada em 1760, por François Delamotte. E seu filho, ao sucedê-lo, fez uma parceria com Jean-Baptiste Lanson. Em 1837 a companhia ganhou o nome de Lanson & Cie.

Para comemorar mais de dois séculos na história do champanhe, a casa foi patrocinadora oficial do Torneio de Wimblendon este ano e realizará em setembro uma grande festa em Versalhes, contando com os mais prestigiados nomes da indústria de vinhos francesa.

Especializada na exportação para outros mercados, ao longo de sua história, a casa forneceu champanhe para diversas cortes européias, como a da Espanha, da Suécia e do Reino Unido. Até os dias de hoje a Lanson é uma das fornecedoras oficiais de champanhe da Realeza Britânica.


Avaliação Nacional de Vinhos em setembro

Ao reunir 262 amostras de 55 vinícolas instaladas em regiões produtoras de sete estados brasileiros, a 18ª Avaliação Nacional de Vinhos cumpre seu papel de avaliar a produção vitivinícola brasileira. Este é o principal objetivo da Associação Brasileira de Enologia (ABE) ao promover o evento, considerado o maior momento do vinho brasileiro.

Em 17 anos o evento já reuniu 9.667 apreciadores e avaliou 3.493 amostras. Este ano, a representatividade dos vinhos do Brasil poderá ser avaliada através da degustação de amostras dos estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A divulgação acontecerá no dia 25 de setembro, na presença de mais de 750 apreciados do vinho.


Espanha aprova DO de vinhos do gelo

A região de Penedès aprovou a nova DO Vino Dulce de Hielo ou Vi Dolç del Fred. Esta é a primeira apelação européia que permite congelamento artificial das uvas. Esta técnica é proibida nas regiões tradicionais de icewine: Alemanha, Áustria e Canadá -onde as uvas precisam ser deixadas nos vinhedos para congelar naturalmente.

Em Penedès as uvas são congeladas em câmaras frigoríficas ou com gelo seco. Congelar as uvas no vinhedo é permitido, mas na prática raramente é usado. As uvas colhidas Chardonnay, Gewurztraminer, Malvasia de Sitges, Moscatel de Grano Menudo, Moscatel de Alejandría, Riesling, Sauvignon Blanc e/ou Merlot precisam ter, no mínino, 240 gramas por litro de açúcar.

O vinho final precisa conter de 70 a 150 g/l de açúcar residual e teor alcoólico entre 9,5 e 13,5%. Não há regras estipuladas para altitude ou tipo de solo.


Cassiana Gonçalves é jornalista e sommelier. Atualmente trabalha na área comercial da MHG Bebidas Finas, indicando os melhores vinhos e espumantes para festas de casamentos, formaturas e eventos corporativos.

Contatos: eventos@mhgbebidas.com.br ou 9983-7002

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *