Azeite no Egito

Risotto Royal Flush – Mauro Poddesu
4 de junho de 2010
Fala, Fal!
6 de junho de 2010
Mostrar todos

O Egito além das pirâmides.

Um pouco do azeite no Egito, por Laura Reinas.

Muito mais do que as pirâmides.

País muito conhecido por usa riqueza histórico-cultural, o Egito é mais um país que reconheceu a importância do azeite.

O azeite usado como combustível para iluminar templos e casas, também era importante de uma forma religiosa com seus deuses e divindades.

Uma em especial me chamou a atenção. É a Deusa Ísis, conhecida pelo seu enorme poder de cure a quem os egípcios atribuíram à invenção do modo de extração do azeite.

Outras provas da importância do azeite surgiram durante escavações arqueológicas na tumba de Tutankamon (faraó morto aos 18 anos no século XIV a.C.), onde foram encontrados vasos usados para transporte de óleo além de resquícios de oliva perto do jardim de flores do faraó.

Muitos registros iconográficos também foram achados e poucos foram desvendados por serem desenhos ou gravuras que significam uma única palavra. E são muito importantes porque nos ajudam a desvendar um pouco da história egípcia e sua cultura.

A documentação egípcia e iconográfica sobre o óleo de oliva é muito vasta, porém citarei um trecho muito importante e que serve como referência em sua importância religiosa, uma oferenda ao deus Ra:

Plantei olivas na sua cidade de Heliópolis com jardins e muitas pessoas: da planta se extrai um óleo de primeira qualidade/qualidade para obter sempre vivas as lâmpadas de seu sagrado palácio’.

Laura Reinas

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *