Alimentos Orgânicos – Selo SISORG

Cogumelos com Gorgonzola e Alho Negro
1 de março de 2011
cupcake florido
Cupcake de Florezinhas
3 de março de 2011
Mostrar todos

A onda saudável dos orgânicos.

A busca por uma alimentação mais saudável, hoje passa obrigatoriamente pelos alimentos orgânicos.

Frutas, hortaliças, grãos, laticínios e carnes produzidos com respeito ao meio ambiente, sem utilizar substâncias que possam colocar em risco a saúde de produtores e consumidores. Este é o princípio básico da alimentação orgânica.

Neste sistema de produção, não são utilizados fertilizantes sintéticos solúveis, agrotóxicos e trangênicos. Isto torna o produto mais seguro para o consumo.

Também são levados em conta as responsabilidades sociais e ambientais. Usam como base os princípios agroecológicos, onde contemplam o uso do solo, água, ar e demais recursos naturais, reduzindo as formas de contaminação e desperdício destes elementos.

Produzidos desta maneira, os alimentos tem mais sabor e mais nutrientes. Possuem uma diversidade maior de vitaminas, sais minerais e outras substâncias, todas importantes para sua saúde.

Suas características realçam o sabor e aroma das receitas. Daí, a grande aceitação por parte dos Chefs por estes produtos. Introduzir cardápios utilizando os orgânicos valoriza os pratos e marcam uma posição de responsabilidade com o Desenvolvimento Sustentável (termo tão em voga hoje).

Claro que com todo este frissom em cima destes alimentos, muita gente começa a se aproveitar e vender “gato por lebre”. Para isto, a legislação brasileira criou o Sistema de Avaliação da Conformidade Orgânica – SISORG. O Ministério da Agricultura passou a ser responsável por credenciar e fiscalizar as entidades que verificam se os produtos que vão ao mercado estão de acordo com as normas oficiais.

Para isto, foi criado um selo, o “Selo do SISORG”. Todas as entidades credenciadas passam a utilizá-lo, facilitando a identificação dos produtos orgânicos no mercado.

O selo começou a ser utilizado este ano. Só produtos orgânicos que estiverem com o selo poderão ser comercializados. Isto indica que sua produção está sendo monitorada por uma entidade credenciada ao Ministério da Agricultura.

Um inconveniente destes produtos é o preço, ainda muito alto para a maioria da população. Acredito que com o surgimento de mais produtores, este custo tende a cair, colocando mais saúde na mesa dos brasileiros.

Fonte: Informativo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Fotos: Setor de Orgânicos do Mercado Municipal de Curitiba

Leia mais: Alimentos Orgânicos

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.