A Lista da Wine Spectator

Casa da Azeitona
21 de novembro de 2009
Mais Vinhos da Wine Spectator
23 de novembro de 2009
Mostrar todos

Melhores Vinhos de 2009

vinho1

O Oba apresenta hoje e amanhã os 10 melhores vinhos de 2009, segundo a Revista Wine Spectator.

Wine Spectator é uma prestigiada revista norte-americana especializada em vinhos. A publicação,  já com décadas de publicação, é considerada a mais importante e influente no seio da indústria do vinho.

A Wine Spectator elabora cada ano uma lista com os “100 melhores vinhos do mundo”, selecionados por uma equipe de investigação e prova. Os vinhos são qualificados numa escala de 85 a 100 pontos. Os vinhos entre 90 e 95 são qualificados como “destacados”, e os de 96 a 100 como “clássicos”.

O Oba traz hoje os 5 primeiros colocados nesta que é a lista mais respeitada do mundo entre os enólogos.

PRIMEIRO LUGAR

Columbia Crest
Cabernet Sauvignon Columbia Valley Reserve 2005
95 pontos / US$27
5,000 caixas produzidas
Washington
primeiro colocado

Columbia Crest, fundada em 1978, é parte das vinícolas Ste. Michelle Wine, que é responsável pela produção de vinho de metade de Washington. A vinícola combina qualidade e pontos,  conseguiu garantir 14 lugares entre o Top 100 mas alcançou sua melhor posição este ano.
A reserva de Cabernet Sauvignon conseguiu um novo record: quarto dos oito mais recentes vinhos receberam pontuação de 92 ou mais alta. Com uma temporada 2005, o produtor Ray Einberger,  que  trabalhou para o Château Mouton-Rothschild e Napa’s Opus One, produziu um vinho excepcional. Ele usou uvas de 6 diferentes vinícolas para criar um mix de uvas Cabernet Sauvignon com 5% de Merlot e 4% de Cabernet Franc. Este vinho  faz parte dos melhores  Cabernets do mundo, com preços baixos e produção expressiva, mereceu o primeiro lugar de Vinho do Ano- 2009.
SEGUNDO LUGAR

Numanthia-Termes
Toro Termes 2005
96 pontos / US$27
4,000 caixas importadas
Espanha

segundo colocado

Esta bodega ajudou a transformar os vinhos tintos da região do Toro de produtos rústicos em vinhos opulentos, com o foco em produção baixa, os vinhos amadurecidos do Toro (a variação de locais de Tempranillo)em barris de madeira.Fundado em 1998 pela famíia Eguren de Rioja, a Numanthia-Termes foi vendida em 2008 para a luxuosa Moët-Hennessy Louis Vuitton (LVMH).O preço baixo, a produção em grande escala da bodega, Termes recebeu boas notas em cada vindima feita, exceto em 2003. Refletindo o crescimento da vinícola, produzindo em 2005 o seu mais poderoso tinto.
TERCEIRO LUGAR

Domaine du Vieux Télégraphe
Châteauneuf-du-Pape La Crau 2007
95 pontos / US$70
17,000 caixas produzidas
França
terceiro lugar

Quando o Châteauneuf-du-Pape fez sua primeira inscrição para  o comitê francês de Appellation d’Origine Côntrollée (AOC), em 1936, Vieux Télégraphe já estava sendo produzindo a 40 anos. Atualmente, os irmãos Daniel and Frédéric Brunier , tem uma fazenda com  173 acres de vinhas localiza na denominação do famoso setor La Crau. Este vinho tinto é composto por 65% de Grenache com 15% de Syrah e Mourvèdre, mais uma pequena porcentagem de Cinsault, Clairette e outras variedades, todas oriundas de vinhas com mais de 60 anos de produção.
QUARTO LUGAR

Kosta Browne Pinot Noir
Sonoma Coast 2007
95 pontos / US$52
3.069 caixas produzidas
Califórnia

vinho 4

Poucas pessoas tiveram um grande impacto na produção de vinho da  Califórnia em tão pouco tempo como Dan Kosta e Michael Browne. Fundado em 1997, Kosta Browne ganhou força constantemente, lançando seu melhor Pinot Noirs das últimas quatro produções. Kosta Browne fez  11,000 garrafas da produção de Pinot em 2007.
QUINTO LUGAR
Barone Ricasoli Chianti Classico
Castello di Brolio 2006
96 pontos / US$54
6,170 caixas produzidas
Itália

vinho5

A familia Ricasoli vem produzindo  Chianti Classico por séculos. Em 1872, o Barão Bettino Ricasoli redigiu a fórmula original de tintos delicados para a inscrição em Toscana . Atualmente, Francesco Ricasoli dá continuidade a tradição de produção de vinhos, produzindo em uma das mais belas e estruturadas. Castello di Brolio é feito de Sangiovese com uma pequena porcentagem de Cabernet Sauvignon e Merlot, e  dois terços  deste vinho foi envelhecido por 18 meses  em um novo tipo de pequeno barril de madeira.

Confira amanhã os outros 5 do TOP 100 da Wine Spectator.

Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.