Fala, Fal!

Huevos Rancheros
31 de julho de 2010
Couscous Marroquino
2 de agosto de 2010
Mostrar todos

Dietas by Fal.

Conversas deliciosas da Fal Azevedo!

Diálogos calóricos

1.

– Xá ver, pegamos tudo da lista?

– Tudo.

– Alface crespa, limão, tomatinho, queijo branco?

– Tudo.

– Tá animada pra dieta, heim?

– Demais. Opa, esqueci uma coisa, péra.

(…)

– Pronto, podemos ir pro caixa.

– Mas você vai levar um potão de Nutella?

– Vou.

– Alface, tomatinho, agrião, cebola, queijo branco, presunto de peru e Nutella?

– Vou.

– Mas você não ia começar uma dieta radical?

– Ia não, vou.

– E vai comprar Nutella?

– Mas meu filho, o que é que Nutella tem a ver com a dieta? Dieta é dieta, Nutella é Nutella.

– Entendi.

2.

– Bom, eu vou sair e comprar uma quentinha.

– Ta

– Como cê quer, com frango, com bife?

– Com nada, bebeu? Eu não quero quentinha nenhuma, Alexandre. Esqueceu que eu comecei uma dieta radical?

– É mesmo, esqueci.

– Você é assim, você solapa minha dietas.

– Desculpa, amor.

– Você nunca me respeita

– Desculpa, amor. Té já.

– Tchau.

(…)

– Alô.

– Que susto, achei que cê tinha saído sem o celular.

– Não, não. Amor, tudo bem aí?

– Tudo.

– Diga lá.

– Me traz uma de picadinho?

– Hahahahaha!

– E não esquece a cola-cola? Coca-cola normal, heim?

3.

– Alô?

– Fal?

– Eu.

– Acordei o Alê?

– Nada acorda o Alê, Ana, você sabe, ele desmaiou às 9 e meia.

– Que você tá fazendo?

– Vendo Ronifon e me preparando pra assistir o Jô, porque ele vai entrevistar o Ronifon.

– Ah, que programão.

– Si fudê.

– Rárárá. Vi você na televisão, falando de blogs.

– Foi.

– Você não sabe falar de mais nada?

– Não, e nem disso. Eu engano, você sabe.

– Eu sei.

– Ou tento enganar, o que é pior.

– Eu sei.

– As meninas tão boas?

– Insuportáveis e boas.

– Bom.

– Sua mãe tá bem?

– Agora tá sim.

– Eu li no blog que de domingo pra hoje você não dormiu vendo filme de mulher que chora no box.

– Verdade.

– Dormir pouco engorda, você sabe.

– Vai à merda, Ana.

– E hoje, você tá com sono?

– Não.

– Tem programa?

– Mas criatura, eu não acabo de dizer que vou ver o Ronifon no Jô?

– Ah é.

– Então.

– Eu tou na minha mãe. Tem reunião financeira essa semana e eu tou em São Paulo.

– E só avisa agora, cretina?

– É, ué.

– Sei.

– Comprei uma garrafa de rum.

– Ana, são quase 11 da noite!

– Você tem limão aí?

– Ana, são quase 11 da noite!

– Tem ou não?

– Tenho.

– Gelo?

– Tenho.

– Seu liquidificador funciona?

– Funciona mais ou menos.

– Você precisa jogar essa merda fora e comprar um de jarra de vidro que nem o meu.

– Olha aqui, ele funciona, tá?

– Tou indo.

4.

– Vem pra casa, Alexandre?

– Não posso, não são nem 3 da tarde!

– Vem pra casa.

– Eu não posso mesmo.

– Ah, vem e vamos embora!

– Embora?

– Embora!

– Como embora?

– Embora, Alexandre. Embora. Vem pra casa, a gente pega uns trecos e vai embora!

– Vai embora e só volta domingo?

– Não, Alexandre, vai embora e não volta nunca mais.

– E a bufunfa?

– Dane-se.

– E os gatos?

– Danem-se.

– E o trabalho?

– Dane-se.

– E a sua mãe?

– …

– E os alunos?

– …

– Nós não podemos.

– Sério. Eu vou ter um troço. Pode ser uma explosão brutal, um vendaval que atire tudo longe. Ou pode ser uma implosão silenciosa, interna, dessas que deixam a fachada intacta, mas arrebentam tudo por dentro. A diferença é que uma dá pra sacar só de bater o olho e a outra você vai precisar de tomografia computadorizada pra saber que aconteceu.

– Bom, e um filminho no vídeo?

– Já melhora um pouco.- Tou indo.

*

– Vamos à padaria, Bibi?

– Não posso, Alexandre. Estou no MSN com a Gi, que tá contando sobre o “ex-quase-atual” dela.

– Quem?

– O “ex-quase-atual” dela. É quase porque eles se gostam, mas é ex porque sem emprego. O cara paga pensão pra duas ex-mulheres, três filhos, não sobra grana nem pra um motelzinho básico.

– …

– Você vai trazer pão-de-queijo pra mim?

– Eu não sei nem se eu volto.

*

– Fanta Morango?

– É, eu quero.

– Fanta Morango?

– É, o menino que escreve o Catarro Verde disse que é bom.

– Quem?

– O Serjones, amor, que escreve um blog chamado Catarro Verde. Ele disse que é gostoso.

Blog é aquele treco da internet?

– É.

– E você vai comprar um treco repugnante porque um cara que você nunca viu na vida mandou?

– É.

– Pelo amor de Deus, pega uma só e vamos pro caixa.

– Mas, Alexandre, eu…

– Não, não fala comigo, vamos pro caixa.

*

– A endocrinologista me deu um papelzinho

– Papelzinho.

– É, com a descrição dos cardápios dos primeiros 14 dias da dieta, além das listas de “pode” e “não pode”.

– Quaquaqua, com quem ela pensa que está falando, com amadores?

*

– Você vai me amar pra sempre?

– Eu já te amo pra sempre, minha linda.

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

12 Comentários

  1. Ai, Fal, posso te dar um abraço?

  2. Adrina disse:

    Ah… isso não se faz. Perdi as palavras e desatei a chorar, caramba.

  3. Nalu disse:

    Adorei! Que lindo, viu?

  4. Katz disse:

    Eu já disse que ADORO tudo que vc escreve e que ADORO vc? Relaxa, continuo hetero, Fal… kkkkkkkkkkkkkkk ADORO! =P

  5. fal disse:

    Ô minhas queridas.

  6. Bia disse:

    Tesouros. Sua memória é um baú de tesouros, Fal.
    Um abraço bemmmmmm apertado em vc.

  7. Carol disse:

    hahhahh me identifiquei tanto!

  8. Carla San disse:

    Ai, q saudades de vc…

  9. Alline disse:

    Ai que delicioso este texto, Fal. Quer que eu leve Ntella pra vc? :-p

  10. Vivianne disse:

    Eu também tomei Fanta morango convencida pelo Serjones. E era bom. Ai Fal, te ler dá sempre saudade de um tempo que eu era boa. (E esse tempo nem existiu)

  11. Isa disse:

    Diálogos maravilhosos. adorei, como sempre. mas confesso que tenho predilecção especial plos diálogos 😀
    Bjo

  12. Ah, Fal…
    Quanta coisa boa de ler…
    E eu não achei a Fanta morango até hoje!!
    Mas, o Nutella continua na dieta,né?
    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: