Champagne para a primavera

Novidade Absolut
2 de setembro de 2010
Batata recheada
3 de setembro de 2010
Mostrar todos

Belle Époque Rosé – Perrier-Jouët

Sofisticação e arte.

Perrier-Jouët brinda mais um ano a chegada da primavera com lançamento da sofisticada Belle Époque Rosé e com a peça de arte Flower Table.

A luxuosa Maison Perrier-Jouët, dona de uma tradição de quase 200 anos de história na França, celebra a chegada da temporada das flores com o lançamento do sofisticado champagne Perrier-Jouët Belle Epoque Rosé. Uma especialidade da Maison, o champagne é delicioso, rico, generoso, intenso, sensual e fresco. Delicadamente borbulhante na boca, seu paladar traz notas de flor de laranjeira e geleia de rosas, conhaque de frutas (estilo kirsch), amora, e apresenta notas de flores brancas, lírios, flor de laranjeira e rosas antiga. Belle Epoque Rosé proporciona um final refrescante de limão picante e toques de cereja.

champagne tem personalidade forte, é esculpida, e apresenta a cor salmão brilhante com fitas de bolhas muito pequenas. Vem na garrafa original da Maison – em cor transparente para valorizar a tonalidade da bebida, decoradas com anêmonas e rosas, símbolo da casa Perrier Jouët, na cidade de Epernay, na França.

A bebida é indicada para acompanhar pratos que mesclam sabores doces e salgados, sobremesas quentes como zambaione de frutas vermelhas, peito de pato e frutas em conserva.

Experiência artística de degustação de champagne

Desde sua fundação, em 1811, Perrier-Jouët tem cultivado seu gosto por criações artísticas. Fiel às suas tradições, a Maison fez uma parceria com o designer francês Noé Duchaufour-Lawrance para criar uma tasting table exclusiva: a Perrier-Jouët Flower Table.

Apresentada pela primeira vez em Milão, para celebrar o início da primavera Europeia, a Perrier-Jouët Flower Table ecoa de forma elegante e moderna o formato das famosas anêmonas, ícone da Maison. O interior da mesa se abre para revelar um sinuoso champagne bowl, um convite para os convidados se reunirem ao seu redor e apreciar profundamente essa experiência artística e sofisticada de degustação de champagne.

Como uma verdadeira obra de arte, a produção da tasting table foi limitada. Foram feitas apenas 25 peças em todo o mundo. O Brasil receberá um exemplar que irá proporcionar uma experiência única de degustação de champagne no restaurante Maní.

A inspiração de Noé Duchaufour-Lawrance veio de uma visita à Maison Belle Époque, de Perrier-Jouët, em Épernay, na região da Champagne. Ele criou a mesa única, depois de descobrir a coleção de quase 200 peças originais do movimento Art Nouveau na Maison.

Os mundos de Perrier-Jouët e Noé Duchaufour-Lawrance convergem de maneira harmoniosa. Ambos possuem a mesma sensibilidade para criações orgânicas, e honram a natureza por meio de seu trabalho: filosofia aplicada também por Émile Gallé, um mestre do movimento Art Nouveau e criador, em 1902, das belas anêmonas que adornam cada uma das garrafas de Perrier-Jouët Belle Epoque de hoje.

“Com a Flower Table, fui capaz de conceber uma peça que reflete tanto minha personalidade quanto a de Perrier-Jouët. Um objeto de liberdade, como a Art Nouveau”, diz Noé Duchaufour-Lawrance.

Noé Duchaufour-Lawrance

Noé Duchaufour-Lawrance é um artista e designer de interiores nascido em Mende, França, em 1975. Seguiu seu chamado artístico desde cedo e cresceu em um ambiente criativo onde ele usava formas de todos os tipos – naturais, maleáveis, orgânicas, fluidas e estruturadas – para criar uma linguagem própria. Formado em esculturas de metais na Paris School of Art and Design, passou depois a estudar mobiliário Art Deco. Foi nomeado o design do ano, em 2007, na exibição da Maison et Objets.

Em sintonia com seu rico passado criativo, Noé Duchaufour-Lawrance trouxe sua elegância única a vários projetos icônicos que contribuíram para que ele desenvolvesse e mostrasse seu estilo original como o restaurante Sketch, em Londres, e agora, a Perrier-Jouët Flower Table.

História

Pierre-Nicolas-Marie-Perrier, o criador do champagne Perrier-Jouët, foi um dos pioneiros na utilização de uvas Chardonnay para produção de champagnes. A Maison Perier-Jouët, que teve início em 1811, foi a primeira produtora a criar um champagne “seco” – denominação que passaria a Brut em 1880.

A inovação da vinícola e a qualidade de sua champagne fez da Perrier-Jouët a fornecedora oficial da rainha Vitória e de toda a corte inglesa. Seus rótulos estão entre as bebidas mais cobiçadas do mundo.

Print Friendly, PDF & Email
Orlando Baumel
Orlando Baumel
Chef de Cozinha, músico e sócio do site junto com a Carol. Casado, pai de 3 lindas garotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: