Estes restaurantes têm um tempero único que os torna os melhores!

As mesas destes restaurantes são sempre mais que simples mesas. Seus pratos são genuínas obras de artes, estando sempre na vanguarda, mas sem esquecer as raízes de seu país.

Uma excelente opção para as férias natalinas é percorrer a América Latina e provar sua melhor Gastronomia. Preparar-se para isto é importante. Montar um itinerário dentro de sua disponibilidade de tempo é fundamental. Para isto, buscar sites que te ofereçam todas estas alternativas é fundamental, como o popular Bestday, um dos mais populares da Internet, apesar das inúmeras opções que você pode encontrar.

Com tudo pronto, é só preparar o paladar para uma explosão de sabores.

O melhor da América Latina

Central, na cidade de Lima, no Peru, levou o prêmio de Melhor Restaurante da América Latina pelos três últimos anos consecutivos. O Central trabalha continuamente na vanguarda da Gastronomia, fazendo uma culinária peruana de contínua evolução, notável por sua qualidade e inovação.

O cardápio do Central está repleto de pratos com insumos pouco utilizados na cozinha peruana, apesar da maioria deles ser originária do Peru, como o Cédron, uma erva aromática normalmente utilizada em infusões, mas no restaurante é reduzido a cinzas e servido guarnecendo Corvina Negra.

No menu é comum você encontrar pratos com leite de cabra, sangue de airampo, entre outros, que combinados criam sabores novos e únicos.

Japão no Peru

A Cozinha Nikkei é a resultante da mistura da mistura de ingredientes e técnicas do Peru e do Japão. No Maído sua Chef Mitsuharu Tsumura (Micha) transmite este conceito integralmente através de seus pratos, ambientação e serviço.

O menu Nikkei – Amazônico (utiliza ingredientes da Amazônia) consiste em 15 “passos”, com 13 pratos harmonizados exclusivamente não só com vinhos, mas também com sakê, chá, cervejas e coquetéis. A Sommelier argentina Florencia Rei tem trabalhado lado a lado com a Chef para proporcionar esta fantástica experiência sensorial.

A diferença como referência

Ser diferente na cozinha é o selo característico do D.O.M., em São Paulo, Brasil. Seus donos usam de investigação e experimentos, buscando e descobrindo ingredientes que levem a Gastronomia e uma nova dimensão. Para isto, usam flores, raízes, ervas e outras surpresas, resgatando sabores brasileiros, mas pouco conhecidos de sua gente.
Ingredientes como o Tucupi, um líquido amarelado e venenoso (antes do cozimento), extraído da Mandioca Braba, é utilizado para condimentar carnes e pescados.

Também utilizam a Priprioca, uma raiz amazônica utilizada pela indústria farmaceutica e cosmética, para aromatizar pratos doces e salgados.

Outro ingrediente utilizado pelo D.O.M. é o Jambu, uma erva amazônica que produz uma sensação de dormência na língua de quem a experimenta.

O uso de flores e brotos também é característica do restaurante, usados para dar cor e sabor a um Gel de Tomates Verdes.

Carolina Figueiredo

Sócia do Oba Gastronomia desde que veio aqui procurar informações sobre um restaurante da cidade e virou amiga do Orlando Baumel. Sou mãe, webdesigner e divagante, amo boa música, bons pratos e uma boa risada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu