Os segredos do sucesso do churrasco uruguaio

Chef do restaurante Las Brisas, do Enjoy Punta del Este, revela os segredos do sucesso do “asado”, o tradicional churrasco uruguaio

A fama dos uruguaios em fazer um bom churrasco não é segredo para ninguém. O país é um dos maiores consumidores de carne do mundo e o asado (churrasco) é reconhecido internacionalmente tanto pela sua qualidade quanto pelo sabor. Mas qual o segredo por trás do sucesso deste preparo?

Para o Chef Guillermo Quintana, do restaurante Las Brisas, do Enjoy Punta del Este, a fórmula do sucesso uruguaio ao fazer churrasco pode ser fragmentada em 5 pontos distintos:

– Churrasqueira

O local onde se assa a carne faz toda a diferença. No Brasil costuma-se usar a churrasqueira convencional, com grelhas, espetos e fogo a base de carvão concentrado ao centro, tostando as peças. Já os uruguaios utilizam a Parrilla, que é um sistema de grelhas móveis e inclinadas, que usa apenas a brasa da lenha para assar a carne com “calor”. Desta forma, a queima separada evita a propagação de carbono no gosto do alimento. Eles também não usam o espeto para furar a carne para não escorrer o sangue da peça. Com o sangue conservado no interior o corte adquire um outro tipo de paladar.

– Lenha

A lenha talvez seja o maior segredo do “asado” uruguaio, ressalta o Chef do Las Brisas. Ao assar os alimentos diretamente na brasa gerada pela lenha, as peças vão adquirindo um sabor mais característico, com menos interferências no gosto graças a falta de contato com o fogo direto. O resultado é uma peça muito mais macia, suculenta e com menos gordura, independente do corte escolhido.

 

 

– Matéria prima

A qualidade da carne uruguaia também ajuda a fomentar o sucesso do “asado”. Além de ser um grande consumidor de carne bovina, o Uruguai se firmou como um importante polo pecuarista ao exportar matéria prima de qualidade para mercados cada vez mais exigentes, como o europeu e o chinês. O sério trabalhado de controle dos animais, que não recebem nenhum tipo de esteroide no processo de criação, aliado a excelência das terras e pastagens naturais do país consolidaram ainda a casta da carne uruguaia.

 

– Cortes de carne

O corte da carne no Uruguai difere e muito do brasileiro, que está habituado a comer partes do traseiro do boi, como a Picanha, que é macia e saborosa. Para eles, todo corte pode ser bom graças a qualidade da carne produzida no país e o modo de preparo. Um dos cortes mais famosos do país é o ‘Asado de Tira’, um corte invertido da costela, feito na horizontal. Os bifes Ancho e Chorizo, filé de costela e miolo de contra filé, respectivamente, também fazem muito sucesso no país.

 

– Acompanhamentos

Arroz? Farofa? Ledo engano! No Uruguai o grande acompanhamento dos asados são as batatas, que podem ser fritas (papas fritas), assadas (Papas al plomo) na Parrilla ou em purê (pure de papas). Queijos, linguiças, morcilas (linguiça feita a base de sangue) e saladas também figuram como acompanhamentos padrão de um típico churrasco uruguaio. Para beber, os nossos vizinhos preferem o vinho de uva Tannat, que combina melhor com o clima do país e harmoniza com a suculência da carne. A cerveja vem logo atrás.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu