Pimenta síria

Hoje meu almoço foi um buffet de comida árabe, em um lugar que vou bastante aqui em Curitiba. Dentre as tantas delícias que esta culinária nos proporciona, o Charutinho de Repolho é sempre uma estrela. Eu sou fã, tanto os preparados com repolho como os feitos com folhas de parreira.

Existem controvérsias sobre a origem do Charuto de Repolho. O prato pode ter sido criado na Europa Oriental ou no Oriente Médio, mas chegou ao Brasil através da imigração árabe.

Em árabe, a palavra yabrak significa folha. Esse mesmo nome também é usado para se referir ao charuto feito de folhas de uva, normalmente recheado com arroz e carne.

Eles são muito consumidos em todo o mediterrâneo, da Grécia ao Egito, passando pela Turquia e Síria. Em cada uma dessas regiões, diferentes nomes são usados para o mesmo prato. Em árabe, geralmente são chamadas de maḥshī waraq ‘inab (folhas de uva recheadas).

Cada lugar tem uma maneira de temperar e preparar os charutos. Há quem cozinhe em caldo, no forno, com água salgada, com limão, com hortelã, com aparas de carne, uvas-passa, nozes, castanhas entre outros.

A verdade é que é uma preparação razoavelmente trabalhosa, mas não exige nenhum ingrediente fora do comum para nós e tampouco um domínio gastronômico. Esse é o tipo de prato que você pode comer quente ou frio e também se precisar requentar, acredite se quiser, ele fica ainda mais gostoso, o sabor fica bem mais apurado. (Fonte: Site do Restaurante Tenda Árabe)

25 de janeiro de 2018

Charutinhos de Folhas de Repolho

Hoje meu almoço foi um buffet de comida árabe, em um lugar que vou bastante aqui em Curitiba. Dentre as tantas delícias que esta culinária nos […]
2 de outubro de 2017

Quibe Cru Fácil

Faz um bom tempo que publiquei aqui no OBA Gastronomia a receita de Quibe Cru que eu preparava em um restaurante aqui de Curitiba, o Armazém […]