Embora o tradicional peixe seja o queridinho da data, os cortes suínos também podem ser consumidos, além de serem indispensáveis em diversas culturas

A tradição de não comer carne, principalmente bovina, no período de Quaresma – que é posterior à Quarta-Feira de Cinzas e vai até à Páscoa – é seguida por muitas pessoas, principalmente cristãos praticantes. Para substituir a proteína que faz parte do cotidiano brasileiro, geralmente, os frutos do mar são a principal aposta. Porém, há quem opte pelos cortes suínos e também pelos grãos para complementar a refeição, que são presentes em diversas culturas pascalinas em todo o mundo.

A carne suína e a carne de cordeiro, por exemplo, fazem parte da cultura gastronômica pascoal de países do mediterrâneo e do oriente médio, sendo que têm conquistado adeptos no Brasil, principalmente, no Domingo de Páscoa.

A nutricionista e chef do Além da Mesa, Camile Fiuza, preparou uma receita utilizando produtos Vapza – embalados a vácuo e cozidos a vapor que proporcionam praticidade, segurança e saudabilidade – para quem deseja criar um cardápio mais variado nessa Páscoa. Confira: 

Carne suína com cebola caramelizada e batatas crocantes

Ingredientes

400gr de Carne Suína Desfiada;

500gr de Batata Inteira Vapza;

4 cebolas cortada em meia lua;

1 colher de sopa de manteiga;

1 colher de sopa de açúcar demerara;

1 colher de sopa de mel;

Sal;

Azeite de oliva.

Modo de Preparo

Abra o pacote de Batata Inteira Vapza, passe em água corrente, escorra bem água e espalhe as batatas em uma assadeira. Tempere com sal e azeite e leve para assar em forno pré-aquecido 240°, e deixe no forno até estarem bem douradas. Corte as cebolas em meia lua, e coloque numa frigideira para refogar junto com a manteiga, o açúcar e mel. Vá mexendo de vez em quando, e não deixe secar, se precisar vá acrescentando água aos poucos. Depois de a cebola estar caramelizada, abra o pacote de Carne Suína Vapza (escorra a água) e misture na frigideira. Mexa bem, coloque sal, prove e acerte o tempero se necessário. Coloque a carne em um refratário, espalhe a batata que estava no forno por cima, e aí é só servir.

Lisiele Dieterich Horn

Sou uma aventureira das artes, curiosa por história e lugares. Já morei na Alemanha, onde pude explorar o gosto por viagens e tudo que a envolve: boa comida, bons vinhos e lugares que instigam a nossa imaginação. Sempre explorando o universo gluten-free, e adaptando minha jornada a este novo ingrediente da vida.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.