Aprenda a fazer uma açorda de poejo, coentro e bacalhau, prato típico da região portuguesa do Alentejo

Torre de Palma Wine Hotel preparou vídeo com passo a passo simples da receita

A gastronomia do Alentejo, maior região de Portugal, é elogiada nos quatro cantos do mundo. Para comer bem no destino, basta sentar-se a uma mesa – qualquer uma, seja em um restaurante familiar tradicional ou um estabelecimento contemporâneo e sofisticado.

As refeições são marcadas pelos azeites, queijos, embutidos e pães típicos da região – para não falar dos incríveis vinhos produzidos localmente. Mas os pratos principais são as verdadeiras estrelas da culinária, que é intimamente ligada aos ingredientes que a terra oferece. Por isso, temperos frescos como coentro, poejo (conhecido no Brasil como hortelãzinho), orégano, louro, salsa e outras ervas aromáticas são os mais utilizados.

No litoral, as iguarias são marcadas por peixes e frutos do mar. Mais para o interior, ganham força as carnes de caça, tais como javali e veado, ou dos animais criados na própria região, como o tradicional porco alentejano.

Para celebrar esta gastronomia deliciosa e levar os sabores locais para outros lugares do mundo, o chef Filipe Ramalho, do Torre de Palma Wine Hotel, situado em Monforte, preparou um vídeo com a receita de uma açorda, um prato típico do Alentejo que é similar a uma sopa. A receita ensinada é de uma açorda de poejo, coentro e bacalhau, uma das mais tradicionais da região. Assim, é possível provar um dos pratos mais famosos do Alentejo sem nem sair de casa.

Confira o vídeo com o passo a passo neste link: https://bit.ly/33Z9PoD.

Ingredientes

  • 2 postas de bacalhau dessalgado;
  • 1 pão amanhecido cortado em pedaços;
  • 2 litros de água;
  • Meio maço de coentro picado;
  • Meio maço de poejo, também conhecido no Brasil como hortelãzinho;
  • 4 ovos;
  • 3 dentes de alho;
  • 50 ml de azeite;
  • Sal;
  • Vinagre.

Modo de preparo

  1. Bater o poejo e o coentro com sal, azeite e alho no liquidificador ou mixer. Reservar;
  2. Cozinhar o bacalhau com os talos do coentro. Reservar;
  3. Preparar três ovos poché, esquentando água, adicionando vinagre e criando um redemoinho antes de acrescentar os ovos (um de cada vez). Reservar;
  4. Ferver os dois litros de água;
  5. Adicionar o último ovo ainda cru à mistura de coentro e poejo e mexer;
  6. Acrescentar a água fervente e misturar.
  7. Servir o caldo sobre o bacalhau, o pão e os ovos poché.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.