Um grande gramado emoldurado por duas fileiras de casinhas coloridas, tendo ao fundo uma igrejinha branca, de costas para o mar. Esse é o Quadrado, o coração pulsante de Trancoso. Um lugar mágico na sua simplicidade, que resiste ao tempo porque permaneceu isolado por séculos.

Trancoso, distrito de Porto Seguro, guarda a certidão de nascimento do Brasil. Conta-se que foi ali, no rio dos Frades, que a esquadra de Pedro Álvares Cabral aportou em 1500. Tempos depois, os jesuítas ergueram a Igreja de São João Batista, que se tornou cartão-postal do vilarejo e capela cobiçada para casamentos intimistas, sempre no topo do “wedding destinations”. 

Pedaço de paraíso redescoberto pelos hippies, na década de 70, Trancoso entrou para o mapa dos destinos mais desejados do Sul da Bahia. As casinhas originais dos caiçaras, ainda bem, foram preservadas na sua arquitetura original, mesmo abrigando bares, restaurantes, galerias e lojas descoladas.

Com dias ensolarados e noites estreladas em boa parte do ano, o vilarejo concentra praias deliciosas, com mar calmo e coqueiros a perder de vista. Os hotéis e serviços cinco estrelas não afetaram sua atmosfera rústico-chic, que mantém o charme e o autêntico astral baiano de quando foi redescoberta. 

Por essas e tantas outras razões, Trancoso é tudo. Tudo de bom. Tudo de mais. Tudo o que há de melhor. E não se cansa de novidades. Confira, neste guia, os clássicos e os highlights da temporada.

Restaurantes, bares e cafés

O Cacau

Baiana de Salvador, Dora Miranda criou, no final dos anos 1990, um dos restaurantes mais tradicionais de Trancoso. Com uma varanda verdejante, ao lado da igrejinha branca do Quadrado, é o endereço perfeito para provar comidinhas de sotaque baiano: moqueca, bobó de camarão, mini-acarajé, bolinho de carne seca, peixe na folha de bananeira etc e tal. Mas o cardápio é variado e contempla todos os gostos. O Cacau também é o queridinho dos eventos e festas de casamento que acontecem na igrejinha de São João Batista, com mesas generosas e o astral maravilhoso da baiana Dora. 

Jacaré do Brasil

Um hotspot de Trancoso, em todas as temporadas, o Jacaré do Brasil é mega charmoso e tem mesas disputadas, seja no lounge bar ou no salão do restaurante. Para não ficar sem lugar, reserve o seu. Os drinks são deliciosos e o cardápio foge à regra baiana, com uma proposta contemporânea, do happy hour ao jantar. Tem boas carnes, incluindo cortes argentinos, peixes da região, massas elaboradas, um festejado hambúrguer de costela e algumas opções vegetarianas, como beterraba assada com rúcula e coalhada e canoas de grana padano na entrada. Delícia total. 

Floresta

Mais do que um restaurante, o Floresta é uma experiência. Fica literalmente em uma floresta, a vinte minutos de carro do vilarejo, por uma estrada de terra. A entrada é pelo Condomínio Terravista, depois de atravessar o “sertão” do Rio da Barra. Do mesmo proprietário do Jacaré do Brasil, o lugar acerta em cheio na decoração roots-cool, com tendas e mesas ao ar livre, toalhas de tecido e louça linda. O cardápio é sob reserva. A comida é caseira, preparada no fogão a lenha, com um prato do dia (que você fica sabendo no momento da reserva) e um mini buffet de acompanhamentos divinos. Cada um se serve na cozinha aberta, por um valor fechado, que inclui as bebidas. A ideia é tirar uma tarde inteira para almoçar sem pressa de ser feliz. 

Capim Santo

Criado em meados dos anos 1980 pelos sócios Sandra Marques e Nando Leite, o Capim Santo é um dos precursores da alta gastronomia em Trancoso. Se a coisa mais simples do cardápio, o bolinho de mandioca com camarão, é de comer agradecendo, imagine o resto. A lagosta no abacaxi do menu deles é a mais famosa do Quadrado, há anos.  O salão do restaurante é um charme, com mesas brancas, iluminação âmbar e luz de velas, cercado por um jardim tropical, fica ainda mais bonito à noite. Na sobremesa, o brigadeiro de capim santo é um clássico que vale a visita. 

Maritaca Pizzaria

Localizado em uma esquina, na boca do Quadrado, o Maritaca é uma das pizzarias mais badaladas de Trancoso, um lugar para ver e ser visto. O restaurante comandado por Márcia Taliberti, com amplas janelas, vive lotado e com aquele burburinho que justifica seu nome. As grandes mesas de madeira rodeadas de sofás e almofadas macias, acomodam famílias e grupos. O cardápio tem diversas opções de grelhados e frutos do mar, mas o forte são as pizzas no forno a lenha. As crostatas também são incríveis! 

Vilas do Altos de Trancoso

Um pé na areia, outro no Quadrado. A localização é um dos grandes diferenciais do Vilas do Altos de Trancoso, a 200 metros da praia e a poucos passos do epicentro do vilarejo. 

Ao lado da ladeira que dá acesso ao Quadrado, em uma área de aproximadamente 64 mil m², serão construídas apenas 19 casas, com plantas de 172, 233 e 262 m², ambas com dois pavimentos de duas e três suítes. 

O resto é mar. Natureza abundante. E o burburinho bem-vindo do Quadrado, com seus bares, restaurantes, lojas e ateliês. Lembrando que, entre os atributos de Trancoso, reconhecidos internacionalmente, o vilarejo é apontado como destino por excelência para quem busca tranquilidade à beira mar, em atmosfera rústico-chic.  

Lisiele Dieterich Horn

Sou uma aventureira das artes, curiosa por história e lugares. Já morei na Alemanha, onde pude explorar o gosto por viagens e tudo que a envolve: boa comida, bons vinhos e lugares que instigam a nossa imaginação. Sempre explorando o universo gluten-free, e adaptando minha jornada a este novo ingrediente da vida.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.