Da Dieta de Maximus – Fal Azevedo

Home / Destaque Home / Da Dieta de Maximus – Fal Azevedo

Nossa querida Fal Azevedo ataca novamente aqui no OBA Gastronomia. Agora com sua nova criação, Maximus, o Monstro.

Os melhores e mais deliciosos pratos a serem feitos com a cabeça dos inimigos.

Bem, como todos sabem, cabeça dos inimigos é a base de alimentação de qualquer monstro que se preze. É isso que nós, os monstros, fazemos: ficamos em nossa caverna, tramando tramas tramosas, vendo séries piratas e, claro, degustando a cabecinha dos inimigos. Mas sempre com louça bacana, taças de cristal, estilo e savoir-faire, afinal, ser um monstro solitário, cruel e amargo não é desculpa para comer fast-food, viver como um animal e se descuidar.

A pedido do querido chef Baumel, segue uma lista das minhas mais deliciosas receitas. De nada.

– Miolo à milanesa. Um clássico.
– Caldeirada de cérebro puxada no dendê.
– Orelha de inimigo à pururuca.
– Estrogonofe de bochecha de inimigo.
– Língua de inimigo à provençal.
– Cerebelo de inimigo ao sugo.
– Rolinhos de lobo frontal com molho apimentado
– Pizza primavera (bulbo raquídeo, couve-flor, alcaparras, muçarela, azeitonas, molho de tomate e queijo parmesão – borda de cheddar)
– Salada de tronco encefálico com molho de mostarda e mel
– Compota de olhos de inimigo à vinagrete.
– Nariz de inimigo recheado de salada quente de beterraba.
– Tortelini de pálpebras (acompanha salada quente de abobrinha).
– Lóbulo temporal de inimigo salteado com legumes à primavera.
– Ambrosia com calda de maçã e farofa doce de córtex auditivo.
– Cheesecake de hipocampo glaçado.
– Sorvete de creme com biscoitinhos de broca.

Espero que vocês gostem, amigos. Na próxima coluna: o que beber enquanto o inimigo cozinha. Tipos sanguíneos, safras e os melhores produtores.

Abiantô, seus biltres!

Comente