Sake Sommelière Yasmin Yonashiro, uma das poucas especialistas em saquê no Brasil, listou, em parceria com a Quickly Travel, agência de viagens especializada no destino Japão, 10 dicas de harmonizações com a bebida para viajar pelo mundo sem sair de casa.

Confira as dicas:

  • Sukiyaki do Aizomê

Harmonização: Hakutsuru Junmai Nigori Sayuri

O icônico prato da culinária japonesa, que até virou título de uma canção que foi hit internacional na década de 60, é um cozido, preparado à mesa em uma panela de ferro, sobre um fogareiro, como um fondue. A receita tradicional leva carne fatiada bem fina, verduras, como acelga, agrião e tofu, cogumelos shiitake, konnyaky em fios, macarrão udon, em um molho à base de shoyu, mirin e açúcar.

sukiyaki escolhido pela Yasmim é o do restaurante Aizome, comandado pela Chef Telma Shiraishi e considerado uma das melhores preparações deste prato na cidade de São Paulo.

Para esta receita a combinação perfeita é o Hakutsuru Junmai Nigori Sayuri. Refrescante, a sugestão tem um sabor aveludado, leitoso e uma doçura que agrada o paladar.

  • Umani Kampachi do Makoto

Harmonização: Jozen Mizuno Gotoshi Junmai Ginjo

Kampachi é o peixe olhete, que tem uma carne muito consistente e gorda. Ótima para sashimi ou sushi. O restaurante Makoto, do Makoto Okuwa, tem diversas casas no mundo, em países como Estados Unidos, Panamá, México e Brasil. Em São Paulo, o peixe é servido cru e em lâminas, com um vinagrete de yuzu (cítrico japonês) e sal umani, composto com especiarias. Para este requintado prato, Yasmin propõe o Jozen Mizuno Gotoshi Junmai Ginjo, um saquê puríssimo, leve como a água da região com retrogosto muito rico e profundo.

  • Massa italiana

Harmonização: Hakutsuru Junmai Dry

Saquê não combina com massas? Yasmin diz que sim! O Ravioli di Formaggio com creme de leite fresco, parmesão e manteiga, do Chef Márcio Shihomatsu, da Pasta Shihoma, é a escolha da sommelière para harmonizar com o Hakutsuru Junmai Dry, um saquê seco e encorpado.

As criações do Chef, aliás, são preparadas em pequena escala, com técnicas aprimoradas e com muita competência.

  • Rãmen

Harmonização: Yauemon Kanzukuri Honjozo

A indicação de Yasmin é o Shio Ramen, do consagrado Jojo Ramen. Um ramen básico, com caldo à base de frango e tempero de sal. Eles usam a flor de sal de Mossoró. Para este prato, que combina caldo profundo, macarrão al dente e topping composto por lâminas de carne de porco cozida lentamente, broto de bambu e folha de alga nori, recomenda-se o Yauemon Kanzukuri Honjozo, um saquê da província de Fukushima, extra seco e ideal para combinar com macarrão com caldo.

  • Porco

Harmonização: Hakutsuru Josen Dry

Fernando Kuroda, ex-lutador de sumô profissional no Japão, depois que retornou ao Brasil, iniciou sua trajetória como cozinheiro de botecos japoneses. Atualmente administra duas casas, o Kimboshi Karaoke e o Kuroda, um izakaya que leva o seu nome. É do Kimboshi que Yasmin escolheu o prato para harmonizar com o saquê. O Omu soba receita do clássico yakisoba (macarrão frito) em omelete macio por cima. Para esta especialidade, a harmonização proposta é o Hakutsuru Josen Dry, um saquê seco e refrescante.

  • Camarão

Harmonização: Yauemon Junmai Karakuti

O Kidoairaku, um pequeno bistrô no bairro da Liberdade, em São Paulo, tem como Chef Kakuzui Matsui, um cozinheiro formado no Japão e profundo conhecedor dos preceitos da culinária japonesa. É dele o Ebi Furai, um empanado sequinho de camarão grande, que compõe o Mix Furai Teishoku, para delivery, que vem também com um filé de pescada e frango, todos igualmente empanados. Para esta delícia, a sugestão da sommelière é o Yauemon Junmai Karakuti, que harmoniza com pratos de sabores fortes.

  • Sanma, a sardinha japonesa

Harmonização: Oze no Yukidoke Junmai Karakuti

No Japão é o sanma é um peixe muito comum, como a nossa sardinha. Grelhada no carvão e acompanhada de um belo arroz Gohan, é uma das refeições mais triviais dos lares nipônicos. Por aqui, o sanma só chega importado e por isso se tornou exótico. Mas vale experimentar, pois seu sabor é incomparável. Temperado levemente com sal, é realmente a comida que simboliza a simplicidade. No Izakaya Issa, ele é servido com nabo ralado, onde você pode acrescentar um pouco de shoyu. Para este peixe, Yasmin sugere o Oze no Yukidoke Junmai Karakuti, seco e versátil pois combina com muitos pratos de sabores intensos.

  • Sashimi

Harmonização: Nanbu Bijin Junmai Ginjo

Ussuzukuri é um tipo de sashimi, onde o peixe é cortado em finas lâminas, quase transparentes, muito parecido com o ceviche. O chef Edson Yamashita, do premiado Ryo sabe prepará-lo muito bem, com sua afiadíssima faca. Este tipo de preparo é feito geralmente com peixes brancos e o chef Yamashita gosta de usar o robalo, que ainda recebe ovas, para dar uma crocância, e um pesto de espinafre e azeite, finalizando com ciboulete, azedinha e alho poró. Um prato refrescante que pede um Nanbu Bijin Junmai Ginjo, frutado e encorpado.

  • Carne bovina

Harmonização: Tenzan Junmai Genshu

O wagyu é uma das carnes bovinas mais nobres e respeitadas do planeta. Devido ao seu intenso marmoreio, é uma carne extremamente macia que derrete na boca. Invadiu o cardápio das churrascarias nobres e hoje é comercializada em butiques de carne, como a 481 Gourmet. Lá você encontra o entrecôte de wagyu Kagoshima A5, uma peça premium de sabor único. Para esta carne, nada melhor que um Tenzan Junmai Genshu, saquê levemente seco, sem adição de água.

  • Sobremesa

Harmonização: GAZ sake Morango com Lichia

O chef pâtisseur Cesar Yukio faz um anmitsu dos deuses. É uma sobremesa refrescante feita com gelatina de algas agar-agar, frutas como morango, mirtilo, bolinhas de arroz glutinoso e xarope de açúcar mascavo. Para esta festiva sobremesa, Yasmin recomenda o GAZ sake Morango com Lichia, uma bebida gaseificada de saquê com as frutas naturais.

Lisiele Dieterich Horn

Sou uma aventureira das artes, curiosa por história e lugares. Já morei na Alemanha, onde pude explorar o gosto por viagens e tudo que a envolve: boa comida, bons vinhos e lugares que instigam a nossa imaginação. Sempre explorando o universo gluten-free, e adaptando minha jornada a este novo ingrediente da vida.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu